Sucesso a longo prazo no Poker Online com estratégias vencedoras – inscreve-te já grátis!

As melhores estratégias Com a estratégia correta, o poker torna-se numa brincadeira. Os nossos autores mostram passo a passo como funciona.

As cabeças mais espertas Aprende em conjunto com os mais bem sucedidos jogadores de poker nos treinos ao vivo e no fórum.

Dinheiro de Poker Grátis A PokerStrategy.com é completamente gratuita. Para além disso espera-te dinheiro de poker grátis.

Já és membro da PokerStrategy.com? Faz o login aqui

EstratégiaSpecials

Playing with odds not against the odds

Introdução

Neste artigo
  • Jogando a favor das odds
  • Para ser bem sucedido no poker deve-se minimizar os riscos.
  • O percurso de um jogador de poker

Playing with odds not against the odds

O Poker ao contrário da roleta, do blackjack etc... é um jogo em que podemos de facto jogar com probabilidades favoráveis, se respeitarmos todos os factores que lhe estão inerentes. Perante a perspectiva de um profissional, surge como fonte de rendimento não de satisfação “gambling”, a qual se poderá mostrar atraente aos olhos do vulgar, ser atraído por formas de ganhar dinheiro rápido e de arriscar o seu próprio dinheiro, algo sagrado para a maioria das pessoas e que aparece vulgarizado em qualquer jogo de casino. Um jogador que quiser de facto ser um jogador ganhador, não poderá encarar o Poker como actividade “gambling”, o qual sente a necessidade de contrariar as “odds” para obter lucro rápido, é a isso que se resume a actividade “gamler”, que poderá ser muito atraente aos olhos de quem não conhece as probabilidades, é devido a essa necessidade de “gambling” que vemos tantos “fish´s” nas nossas mesas, pois eles não conhecem as “odds”, certamente quem já jogou “live” ouviu alguns a gabarem-se por terem acertado aquele “out” na última carta, contra todas as probabilidades, algumas das frases mais comuns deles são por exemplo, paguei caro para ver aquela carta mereci ganhar ou faltava uma carta para a sequência tinha de pagar, se desisto de um par de ases mais vale não jogar, ou se quero ganhar tenho de arriscar ouço estas frases cada vez que jogo. Pois é precisamente o contrário um jogador que tem como objectivo ser bem sucedido no Poker tem de minimizar o risco para ser bem sucedido.

Também já todos ouvimos jogadores que conhecem os factores que influenciam o jogo e tentam fazer o seu melhor queixando-se de uma “bad beat” por causa de alguém que jogou 72o ou que pagou um quantia ridícula por um “gutshot” que surge milagrosamente, também de certo que todos nos já praguejamos e ouvimos praguejar sobre as actuações destes “fish´s” abençoados sejam, pois são eles que fazem de um bom jogador um jogador ganhador, mas porque jogam os “fish´s” como “fish´s”, muitos apenas por ignorância porque têm uma visão distorcida sobre a realidade do jogo, outros apenas porque gostam de divertir jogando Poker tal como se divertem a jogar blackjack para satisfazer a sua necessidade “gambling”.Tal como os “fish´s” também um bom jogador de “Poker” pode ser seduzido por esta actividade “gambling”, muitas vezes fazemos jogadas incorrectas mesmo sabendo que as estamos a fazer, de certo que a maioria de nos já fizemos um “call” mesmo sabendo que não o deveríamos fazer, jogamos uma mão que não deveríamos jogar não por ignorância mas para alimentar a hormona “gamlig” que pode representar perigo para um jogador que quer obter lucro com o Poker e se tornar um “pro”.

Existem relatos de “prós” que perderam fortunas jogando blackjack e outros jogos em que estão até jogando contra as “odds” ou ate Poker, já vimos profissionais jogando sem ver as suas cartas, por exemplo, lembro-me de ver o Sammy Farha no High Stakes Poker fazendo um “all in” sem olhar para as suas cartas. O jogador de Poker mais de que o ser comum está a ser constantemente atraído pelo fascínio do “gambling”, quer por palavras como,” jackpot” ,“100.000” ou “$$$$$$”... O que pode representar um grande perigo para o seu sucesso no Poker. Para se tornar imune, precisa necessariamente de um grande autodomínio e de uma postura correcta perante o Poker, não encarado uma sessão de Poker com o objectivo de ganhar “x$$$”, mas sim de tomar o máximo de decisões correctas pois essa é a única coisa que pode controlar a curto prazo, no entanto no longo prazo essa acumulação de decisões correctas fará dele um jogador ganhador. Encarando a sua inserção no Poker como um percurso, em que o importante é o longo prazo como tal sem grandes pressas para encurtar o seu destino.

Ao contrário de outros jogos de casino, chamados os jogos de sorte, o jogador de Poker tem controlo sobre o seu próprio destino, por isso não te preocupes se esta semana estás “down” ou até este mês, porque no longo prazo se estás a praticar um bom jogo, isso não tem influência, e lembra-te: respeita as “odds”, pois elas têm uma importância vital na criação de vencedores.

O percurso de um jogador de Poker pode ser influenciado por vários factores relacionados com o estilo de vida da pessoa e as suas características tais como a sua ambição, a paciência que é um atributo fundamental no Poker, ansiedade etc. … Por experiência própria, o cansaço reflecte-se na mesa de Poker, por isso evite as mesas quando joga cansado, a ambição desmedida pode levar a cometer vários erros fatais para a sua banca e em poucas horas pode jogar fora o trabalho de semanas, por isso siga o seu caminho com calma e não queira ganhar o WSOP dois meses depois de começar a jogar, não se deixe iludir pelas quantias ganhas, assim com não se vá abaixo pelas perdidas. Não deixe de ter prazer com o Poker, não o jogue por obrigação com o objectivo de fonte de rendimento diário, vai ver que 2 horas a jogar de cabeça fresca podem ser bem mais rentáveis do que 8 horas cansado. Não se prenda apenas a uma variante, a informação sobre Poker é ilimitada e pode sempre aprender a jogar novas variantes, o que vai continuar a espicaça-lo e a desafiar. Se uma sessão não está a correr bem e estão a acontecer “bad beats” sucessivas, abandone o jogo quando se sentir afectado pelos resultados, não continue a jogar com o objectivo de ficar “break even”, isso pode-lhe ficar muito caro. Estude o seu jogo e não só a forma como os livros dizem que deve jogar, só compreendendo o porquê de uma jogada estar correcta e outra não conseguirá tomar a decisão correcta. Procure ter um temperamento indiferente aos resultados que estão a obter, só assim conseguirão ter a capacidade de tomar decisões de forma fria e calculista, independentemente dos resultados.

Boa sorte nas mesas e procurem sempre tomar a decisão correcta, vemo-nos na final table do WSOP.

Se desejam dar feedback sobre o artigo, ou simplesmente parabenizar o autor, passem por este tópico no fórum:

Playing with odds not against the odds - duarteriezas

 

Comentários (1)

#1 mateusnoguei, 02.03.09 14:36

Sou um inciante e procuro ao máximo estudar e aplicar os conceitos aprendidos, porém uma situação muito chata que muitas vezes me deparo é que como a minha bankroll é pequena o que me obriga a jogar torneios de buy in baixo (já observei que neste nível há um número muito grande) de fishs-gamnlings que muitas vezes me pagam raises (tanto pré flop quanto estou com mão fortes quanto pós flop quanto faço boas mãos) ou até chamam all in com runer runers ou gutosh quanto e como neste nível isto é muito comum, muitas vezes até mais de um jogador faz isso, muitas vezes tenho a infelicidade de ver minha boa mão perder para um apostador por prazer. Como lidar com isso se ainda não tenho Bankroll sufciente para subir de nível?<br /> Obrigado!