Sucesso a longo prazo no Poker Online com estratégias vencedoras – inscreve-te já grátis!

As melhores estratégias Com a estratégia correta, o poker torna-se numa brincadeira. Os nossos autores mostram passo a passo como funciona.

As cabeças mais espertas Aprende em conjunto com os mais bem sucedidos jogadores de poker nos treinos ao vivo e no fórum.

Dinheiro de Poker Grátis A PokerStrategy.com é completamente gratuita. Para além disso espera-te dinheiro de poker grátis.

Já és membro da PokerStrategy.com? Faz o login aqui

EstratégiaSit and Goes

Harman vs. Zeidman WSOP 2005

» COLUNA

Harman vs. Zeidman WSOP 2005

por Unam1337

A mão que escolhi para a análise desta semana é uma das mais espectaculares do main event das WSOP em 2005, apesar de 5600 jogadores terem participado e terem quase dobrado o número de participantes do ano anterior, porque houve muitos jogadores qualificados online.

Por isso é que Joe Hachem conseguiu ganhar nessa altura o maior torneio Live realizado até então, quando ganhou a última mão com 7 3 contra Steve Dannenmann que tinha A 3.

No flop aparece 6, 5, 4 e assim que o A aparece na board, a aposta de Hachem recebe um raise de Dannenmann e consequentemente Hachem coloca o seu adversário all-in e Dannenmann faz o call. Um 4 aparece no river. Hachem fica assim espectacularmente 7,500,000 USD mais rico.

Para a Jennifer Harman e Corey Zeidman, os jogadores desta mão, não tiveram assim tanto sucesso neste torneio, porque ambos não conseguiram chegar às posições ITM. Contudo, eles conseguiram mesmo assim jogar esta mão fantástica.

Depois de toda a gente ter visto o video, eu vou tentar analisar esta mão. Se não estou cmpletamente errado, o Dan Harrington também olhou para esta mão, mas infelizmente já foi à tanto tempo que li o livro, que a análise que se segue é a minha, e por isso, pelo menos não de uma forma consciente, a análise não vai ser afectada por esse escritor mais talentoso.

 

PRÉ-FLOP

Harman raises 200 Q, Q
Zeidman calls 200 9, 8
Davis calls 200 A, 6

Harman faz raise nas primeiras posições com as suas damas. Isto não é nada de especial e (tenho esperança) que toda a gente faça isto. Como estamos nas primeiras fases de um torneio deep stack, o call de Zeidman com 98s não é nada de anormal, porque está a ter boas odds implícitas neste tipo de mãos. Embora a questão de coloque por este caso ser contra um jogador do calibre de Harman. A BB também faz call com um pequeno ás; certamente uma mão que ele não quereria jogar nesta situação, mas como está a receber boas pot odds e basicamente tem posição sobre o raiser no pré-flop com um check no flop, o seu call não é assim tão mau.

 

FLOP T, J, Q

Davis checks
Como já mencionei anteriormente, só é lógico que Davis faça check, mas como ele não conseguiu acertar em nada ele vai ter esperança em receber uma freecard para completar o seu gutshot ou caso contrário ele desiste da mão.

Harman bets 500
Ela provavelmente não gosta assim muito da board, porque para além do top set, muitas outras mãos em draw acertaram neste flop. No entanto ela tem que fazer uma aposta.

Zeidman raises 2000
O flop é obviamente muito melhor para Zeidman do que para a Harman, porque ele conseguiu acertar o seu terceiro nut straight, mas - como está a indicar o terceiro - ele não pode estar demasiadamente contente com esta situação, porque se ele coloca Harman num range de raise de abertura tight a partir das primeiras posições, ele pode assumir que ela fez raise com algo como 99+ e AQ+ (que nem é assim muito apertado). Se olharmos bem para isto, podemos reparar que ele está muito atrás contra AK e todas as outras mãos ainda têm alguns outs, muitas delas são sets. Ele "apenas" tem 53% contra este range, e não é nada improvável que ele neste momento já não estivesse a segurar a melhor mão. É por isso compreensivo que ele faça raise, porque ele tem que proteger a sua mão contra estes draws.

Davis folds
Ele tem na mão um gutshot, reparar que estão para chegar muitos problemas não é difícil de ver, e por isso não é surpresa nenhuma que ele faça fold.

Harman calls
Como já descrevi anteriormente, o flop não é assim muito bom mas ela definitivamente tem alguns outs e odds implícitas. Também pode estar perante um caso de Zeidman ter acertado em dois pares, um set mais pequeno ou ter mesmo feito slowplay de um overpair e está agora muito atrás, ou pode estar mesmo a fazer bluff. Se ela o coloca nu range em que não esteja a fazer bluff, seria em mãos como 98, TT+, AK.

Eu eliminaria 99 e AQ, porque ele teria antes feito call para tentar completar o seu draw porque ainda é muito cedo no torneio e não é nada provável que ele consiga construir um grande pot com uma mão marginal.

E tal como Zeidman, Harman está ligeiramente à frente contra o range de mãos em que estamos a colocar o seu adversário, nomeadamente com 51.5%. o seu call é por isso justificável. Fazer push ou re-raise nesta situação é na minha opinião absurdo, porque dois pares ou mesmo um set mais pequeno fariam então fold e todas as mãos que fizessem o call é porque lhe iriam ganhar.

 

 

TURN T
Harman checks
Boa carta para ela, mas por causa do Zeidman ter tomado a iniciativa no flop, será uma boa oportunidade para fazer check - raise.

Zeidman bets 1000
Ele não deve gostar muito deste turn, mas por outro lado ele agora tem um flush draw e até um open ended straight flush draw. Acho que é bom fazer aqui uma aposta, porque se pensarmos que a Harman tem na mão por exemplo AK, é possível que ela faça fold da mão porque ela deve pensar agora que ele tem um full house. Mas eu não gosto do tamanho da aposta, porque é somente 1/5 do pot. Contudo, tenho de admitir que não conheço estes jogadores, e ele está a apostar a mesma quantia com uma mão que é muito forte e que basicamente ninguém lhe ganha, como teria feito com uma mão média.


Harman raises 3000
Ela teve o dobro da sorte. Ela tem agora na mão os segundos nuts a está a receber mais acção de Zeidman. Por isso, ela está a tornar o pot tão grande que o seu adversário vai ter muitas dificuldades em fazer fold no river, porque não nos podemos esquecer que ele pode ter feito o full house mais pequeno com esta carta que apareceu agora.

A aposta dela, tal como a de Zeidman, é muito pequena, mas como também já disse para ele - se eles já têm alguma história entre eles com este tipo de apostas, é totalmente compreensível e até mesmo a melhor coisa a fazer. Só se tornaria perigoso se demonstrasse claramente a força da sua mão com este tipo de apostas.

Zeidman calls 2000
Penso que este é o primeiro erro na mão, porque é muito óbvio que Zeidman está nesta altura batido. Se decidirmos atribuir novamente um range a Harman, seria algo como QQ, JJ, TT e AK se ela tivesse decidido fazer slowplay dos nuts no flop.

Ele até mesmo neste range tem as odds contra ele, porque estão 9000 no pot com 28.5% de hipóteses de ganhar contra o range da Harman. MAS, ele está a jogar com a sua vida no torneio e não tem oportunidade, como nos jogos a dinheiro, de fazer um rebuy. Para além disso, ele apenas tem 2 outs (ele sabe que o seu adversário tem na mão a Q) com os quais ele colocará alegremente as seus fichas no meio da mesa no river. como ele sõ tem mais 3000 fichas, ele está a ter odds de quase 4 para 1.

Isto quer dizer que devido ao facto de ele não estar permitido a fazer fold no river depois do call no turn, a Harman não lhe devia ter permitido tomar uma decisão com o custo de apenas 2000 fichas, mas antes toda a sua stack, nomeadamente 5000 fichas no turn. Ele não teria tido as odds para fazer call a essa aposta com os seus 28.5%.

 

RIVER 7

Harman bets 3000

Efectivamente ela também já tinha ido all-in com a sua mão no turn, porque também não podia fazer fold no river. Como ela não pode fazer fold mas pode fazer com que mãos piores façam o call, é um valuepush muitofácil.

Zeidman calls and is All-In
O que é que se pode dizer acerca disto? ^^ Ele consegue acertar na sua carta milagrosa.

 

Comentários (8)

#1 Gonira, 22.04.08 03:14

o zeidman não é um bom jogador, foi fácil perceber isso no high stakes. o call no turn foi péssimo. ele sabia que estava batido. quem viu o vídeo dessa mão sabe. ele deu um crying call absurdo só pra não largar o straight flush draw. sabia com todas as letras que estava batido.

#2 Lunitis, 16.03.09 00:33

Pelos vistos não estava assim tão batido quanto isso hehe.<br /> Concordo que foi um call pessimo. Os deuses deram uma ajudinha!

#3 Goeszilla, 05.07.09 22:40

Quem quiser ver o video: http://www.youtube.com/watch?v=GONjUZ013SQ<br /> <br /> O nome é este para quem quiser procurar por si mesmo: Jennifer Harman vs Corey Zeidman at the WSOP 2005 Main Event.<br /> <br /> Quantas vezes vamos ver um full house ser derrotado numa final table e no river? Ele deu um tiro impossível. <br /> <br /> <br /> <br /> <br /> <br />

#4 CARLAO79, 10.08.09 16:55

SEMPRE ACONTECE ISSO PARECE MAIS PROVAVÉL QUE ISTO ACONTEÇA DO Q NÃO ACONTEÇA

#5 lmrelvas, 09.09.09 01:42

Adorei a forma como relataste a mão. gostava que fizessem a análise do poker de ases ter perdido com o royal flush também num grande evento. Um abraço

#6 Pringoubiust, 23.10.09 14:55

Sei lá. Acho que, na situação de Zeidman, o lance era esperar um milagre mesmo. No turn, já era uma situação de vai ou racha. Talvez apostas mais agressivas antes tivessem impedido o jogo de chegar aos finalmentes, mas, depois que tantas fichas já estavam no pote, como deixar o torneio e ficar com a stack comprometida? De toda forma, excelente a narração da mão.

#7 fabiovenancio, 23.03.11 18:36

Essa mão é sick demais. Vê-la é uma obrigação. Eu no lugar da Harman teria ido all-in no turn, ali quebraria as pernas do Zeidman, mas o riverdancer (Gordon) veio mais uma vez mostrar que tudo na vida é situacional e que nessas águas turbulentas, surpresas sempre podem emergir..... ótima narração, valeu PS.

#8 pporsche, 24.03.11 11:20

é daquelas mãos que nunca mais se esquecem...