Sucesso a longo prazo no Poker Online com estratégias vencedoras – inscreve-te já grátis!

As melhores estratégias Com a estratégia correta, o poker torna-se numa brincadeira. Os nossos autores mostram passo a passo como funciona.

As cabeças mais espertas Aprende em conjunto com os mais bem sucedidos jogadores de poker nos treinos ao vivo e no fórum.

Dinheiro de Poker Grátis A PokerStrategy.com é completamente gratuita. Para além disso espera-te dinheiro de poker grátis.

Já és membro da PokerStrategy.com? Faz o login aqui

EstratégiaBásico do Poker

A segurança do seu PC de forma simples: Sandbox

Introdução

Neste artigo
  • Como funciona uma sandbox
  • Como usar o Sandboxie

Uma sandbox é uma área isolada em seu sistema na qual os programas podem rodar, mas não são capazes de afetar seu computador.

O ambiente Windows normal é simulado por programas que são inicializados na sandbox, mas todo o acesso aos arquivos é "preso" e realizado em uma área separada. Desta forma, softwares perigosos não são mais capazes de acessar arquivos de sistema ou causar qualquer outro tipo de dano.

O Sandboxie é um software que implementa o princípio de sandbox e o torna disponível a você. Neste guia você aprenderá mais sobre o Sandboxie e como usá-lo.

O programa está disponível como shareware e seu download pode ser feito aqui:

Ir para a página do Sandboxie

1. O que é o Sandboxie e para que o programa é usado?

O Sandboxie é um programa de sandbox para Windows. Uma sandbox é uma área protegida de interferência exterior, na qual os programas podem rodar, mas os arquivos de sistema não podem ser alterados.

O Sandboxie monitora os programas que são inicializados na sandbox e desvia todo o acesso de arquivos para um sistema de arquivos virtual. Todas as alterações que são feitas só funcionam na sandbox. Os arquivos verdadeiros no disco rígido permanecem inalterados.

Por exemplo: Você abre um editor de textos fora da sandbox e digita "Olá a todos" no arquivo C:/teste.txt. Então você abre o editor de textos na sandbox, abre o C:/teste.txt e muda o texto para "xxxxxx". O arquivo na sandbox agora contém "xxxxxx", enquanto o mesmo arquivo fora da sandbox permanece com o texto "Olá a todos".

O Sandboxie procede da mesma forma com o Registro do Windows. Vírus, Trojans e outros "softwares maliciosos" similares são perigosos porque eles "se infiltram" dentro do sistema. Eles alteram arquivos de sistema, por exemplo, o que deixa a porta aberta para a entrada de um Trojan sempre que o sistema for inicializado, ou simplesmente apagam arquivos.

Trojans particularmente alteram o sistema de tal forma que os arquivos do usuário não podem ser revistos enquanto o sistema operante está funcionando.

Quando programas como estes são abertos na sandbox, eles não podem mais causar dano algum, pois todas as alterações são presas pela sandbox e os arquivos verdadeiros não podem ser alterados.

Toda vez que você abrir os arquivos alterados na sandbox, entretanto, você obviamente estará abrindo o Trojan ou vírus. É portanto necessário que você apague regularmente o conteúdo da sandbox. Desta forma as alterações serão descartadas e os arquivos na sandbox ficarão novamente idênticos aos originais.

No entanto, uma sandbox não protege contra keyloggers, pois eles conseguem funcionar e enviar seus arquivos pela internet sem nenhum obstáculo. Seu sistema não estará livre destes programas até que você reinicie seu computador e apague todo o conteúdo da sandbox. É também recomendável que você não use apenas a sandbox, mas que tenha também um antivírus atualizado e um firewall instalados em seu computador.

Nota: o Sandboxie bloqueia o acesso a alguma coisas automaticamente, o que, por um lado, impede a instalação de drivers e serviços Windows, mas, por outro lado, é capaz de parar muitos keyloggers. Entretanto, isso não significa proteção completa para você.

2. As funções básicas do Sandboxie

Apesar de o Sandboxie ser um software disponível para uso gratuito, nós recomendamos que você compre o software (por apenas € 26), pois a versão gratuita somente lhe oferece uma sandbox, e uma janela aparecerá com a oferta de compra depois de 30 dias.

2.1 A janela principal do Sandboxie

  Figura 1: Programs


  Figura 2: Files and Folders


As duas telas podem ser encontradas clicando em View->Programs e View->Files and Folders respectivamente.

A tela Programs (Fig.1) lista todos os programas que estão rodando na sandbox no momento. Especialmente depois de iniciado algum programa que pareça suspeito na sandbox, é aconselhável que você dê uma olhada e confira se algum programa perigoso foi iniciado. Clicando com o botão direito do mouse->Terminate Program os programas podem ser finalizados individualmente.

A tela Files and Folders (Fig.2) mostra todos os arquivos e pastas que foram criados ou alterados na sandbox. Como normalmente não há muitos desses tipos de arquivos ou pastas (normalmente são só caches de navegadores de internet e outros arquivos temporários), nesta fase é possível também conferir manualmente se algum arquivo que não deveria estar lá foi criado ou alterado.

Arquivos que você queira manter podem ser copiados para o sistema de arquivos Clicando com o botão direito do mouse->Recover. Desta forma, os arquivos serão mantidos depois que a sandbox for deletada. Caso contrário, esses arquivos serão perdidos! (Veja "Using programs with Sandboxie" para mais informações) 

2.2 O menu pop-up do Sandboxie

  Figura 3: O menu pop-up


Run Sandboxed: Aqui você tem a opção de rodar os programas na sandbox. Você também pode encontrar essa função no menu pop-up do Window Explorer ou no sistema de gerenciamento de arquivos de sua preferência. (Clicando com o botão direito do mouse em um arquivo executável ->"RunSandboxed")

Quick Recovery: Mostra todos os arquivos que foram alterados ou criados no Quick Recovery e lhe dá a opção de copiá-los para o sistema.

Delete Contents: Esta opção permite que você apague diversos arquivos na sandbox e volte para seu conteúdo original. Antes disso uma caixa de diálogo do Quick Recovery aparecerá, na qual você estará apto a salvar arquivos importantes.

Sandbox Settings: Abre as configurações da sandbox. Mais informações a respeito disso posteriormente.

As funções restantes são autoexplicativas. Discutiremos agora as funções mais importantes.

3. Usando programas com o Sandboxie - apropriadamente

Antes de começar a utilizar vários programas na sandbox, você precisa saber como configurar o Sandboxie apropriadamente para diferentes programas. Se você não fizer isso, pode ter de lidar com problemas e até mesmo perda de arquivos.

3.1 Quais programas devem sempre rodar na sandbox?

Em geral, todos os programas que acessam à internet e, portanto, estão vulneráveis a ataques, ou seja, navegadores de internet, programas de e-mail, Messenger, etc.

Para ficar completamente seguro, você deve rodar seu software de poker na sandbox também, porque, apesar de muitos sites terem tomado fortes precauções de segurança contra bots e afins, que funcionam de forma similar aos Trojans, isso pode levá-lo a aceidentes no sistema. Neste caso, você deve testar e ver quais servidores permitem que você faça isso e quais não permitem.

Você também deve rodar seu software de poker em uma de suas próprias sandboxes para que fique isolado do resto do sistema o máximo possível.

Arquivos de trabalho que vêm de fontes suspeitas devem ser iniciados no sandbox. Não os inicie fora da sandbox até que você tenha absoluta certeza de que o respectivo programa é confiável.

Aqueles que querem ficar ainda mais seguros devem fazer o mesmo com todos os arquivos baixados da internet, tais como arquivos de WinRAR, músicas, imagens, etc. A rezão pela qual isso deve ser feito é que os programas responsáveis por abrir esses arquivos podem ser vulneráveis, o que significa que arquivos preparados especialmente podem ser abertos e Trojans podem entrar.

Em um passado não tão distante, algumas lacunas de segurança desse tipo eram encontradas em programas como Windows Photo Kit e Winamp.

3.2 Configurando o Sandboxie

Há duas maneiras de fazer um programa inicializar automaticamente na sandbox (isto é, toda vez que você abri-lo).

CRIAR ATALHO/EDITAR

O primeiro método é alterar o atalho do desktop ou o item no Menu Iniciar de forma que o programa se inicialize na sandbox. Tudo o que você precisa fazer para isso é inserir C:/Program/Sandboxie/Start.exe na frente do nome do arquivo.

C:/Program/Skype/Phone/Skype.exe desta forma, se torna C:/Program/Sandboxie/Start.exe C:/Program/Skype/Phone/Skype.exe.

Se você não instalou o Sandboxie em C:/Program/Sandboxie então você precisará adaptar o nome do caminho apropriadamente.

Tome nota: Este método somente permite que você abre o programa na sandbox se você abrir o atalho correto.

CONFIGURAÇÃO DE AJUSTES NO SANDBOXIE

Este é o segundo método, que só funcionará se você tiver uma versão registrada do Sandboxie. Você precisará ir ao Sandbox Settings (ver 2.2) e então abrir Program Start->Forced Programs.

Lá você pode criar uma lista de todos os programas que você quer que abram automaticamente na sandbox toda vez que eles forem inicializados. Uma vez que você adicionou um programa lá, não há a necessidade de criar um atalho extra, basta deixar tudo como já está.

  Figura 4: Exemplo de Configuração de Forced Programs 


3.3 Salvando automaticamente configurações e downloads

Até agora, tudo bem! Agora todos os programas "vulneráveis" abrirão na sandbox. O problema começará, entretanTo, assim que você apagar o conteúdo da sandbox. De repente, todos os ajustes e arquivos baixados terão desaparecido.

3.3.A ARQUIVOS BAIXADOS

O recurso Quick Recovery, mencionado anteriormente, é útil aqui. Você pode configurar isso em Settings fazendo o caminho Recovery->Quick Recovery

Figura 5: Quick Recovery


Você deve adicionar todos os caminhos que você usa para baixar arquivos normais aqui. Por exemplo, todas as unidades em meu computador usam o diretório /Temp, assim como alguns outros diretórios para isso.

Por inserir os diretórios aqui, duas coisas acontecerão. Primeiro, esses (e somente esses) diretórios aparecerão na caixa de diálogo de Quick Recovery, assim como na caixa de diálogo de Delete Sandbox, onde você pode de forma fácil copiar os arquivos para o sistema individualmente.

Em segundo lugar, existe uma função chamada Immediate Recovery, que pode ser encontrada em Settings abaixo de Quick Recovery. Esta função fará com que uma caixa de diálogo apareça assim que um arquivo é criado em um dos diretórios Quick recovery, que irá possibilitar que você copie os arquivos diretamente para o sistema. Isso é muito conveniente para downloads, pois em vez de fazer o sistema "correr atrás" dos arquivos baixados, você pode copiá-los diretamente para o sistema (se você quiser).

A configuração para esta função também inclui um filtro que serve para evitar que ela fique aborrecendo você toda vez que um arquivo de 100 kb for baixado. O filtro exclui arquivos que já começaram a ser baixados da função Immediate Recovery, então esses arquivos não serão ativados até que o download esteja completo.

A configuração-padrão serve para os navegadores e gerenciadores de downloads mais populares.

  Figura 6: O download do logo da PokerStrategy.com está completo


3.3.B AJUSTES, MARCADORES, ...

Em tese, agora você pode simplesmente inserir os caminhos, nos quais as configurações do programa e todas as outras coisas que você quiser manter são salvas, para o Quick Recovery. A caixa de diálogo de Immediate Recovery se abre sempre que você fizer um novo ajuste, etc., e suas configurações serão então salvas permanentemente.

Aqueles que preferem o clique do mouse também podem fazê-lo dessa forma. Pessoalmente, prefiro um método muito mais conveniente: Direct File Access.

Antes de entrar mais detalhadamente no assunto, eu gostaria de dar mais uma olhada na tela Applications em Settings, o que tornará o processo muito mais fácil.

  Figura 7: Applications


Você vai encontrar ajustes ajustes pré-configurados para um grande número de programas comuns aqui. Clicando em Add você pode copiar vários ajustes para Direct File Access assim como para o Direct Registry Access. Ajustes e, também, por exemplo, e-mails, etc. não serão gravados na sandbox, mas diretamente no arquivo de sistema.

Se o programa desejado puder ser encontrado aqui, você pode passar para o próximo parágrafo, pois agora explicarei como fazer isso manualmente.

Então vamos ver a configuração de Direct File Access. Podemos encotrá-lo em Settings clicando em Resource Access->File Access.

Aqui você vê listas nas quais arquivos individuais ou pastas podem ser adicionados e para as quais alguns ou todos (não recomendável!) os programas podem receber Direct Access.

Se você cometer algum erro em Settings aqui, você criará grandes buracos na sandbox!

  Figura 8: Configuração para Google Chrome mantendo Ajustes e Marcadores.


Antes que você consiga criar estes ajustes, você precisa descobrir quais arquivos ou pastas usam os respectivos programas, assim você pode salvar os ajustes. Você pode descobrir isso rodando o programa na sandbox e conferindo quais arquivos foram alterados ou criados (ver 2.1).

É sempre aconselhável que se permita o mínimo possível de acesso direto. Cada concessão desse tipo de acesso representa uma área maior de vulnerabilidade no sistema.

Paralelamente ao Direct File Access existem também a opção Full File Access. Essas duas funções são basicamente idênticas, exceto pelo fato de que os arquivos ou pastas que possuem Full File Access também incluem arquivos que foram baixados (ou seja, criados) na sandbox.

Isso não é recomendável tampouco necessário, e deve, portanto, ser evitado.

3.3.C INFORMAÇÕES ADICIONAIS

Há uma coisa muito importante para se ter em mente!

Nunca permita Direct/Full File Access para pastas que contenham arquivos executáveis.

Se você fizer isso, você não trabalhará de forma efetiva com uma sandbox, assim como dará aos vírus e Trojans toda a liberdade para invadir seu sistema.

Mesmo permitindo acesso direto a arquivos não executáveis, é (muito raramente) possível comprometer o sistema. Isso significa que mesmo para esses tipos de arquivos você só deve permitir o acesso quando for realmente necessário.

  • Não se deve "abusar" dessas funções para tornar o download mais fácil, pois arquivos criados também podem ser usados.
  • Em geral, somente a um programa, não a todos os programas, deve ser garantido o acesso a arquivos/pastas.

3.4 Usando múltiplas sandboxes

A versão registrada permite que você use mais de uma sandbox. Isso pode não ser necessário, mas proporciona mais segurança, especialmente para programas que são alvos de ataques mais frequentes (navegadores de internet, por exemplo).

Uma outra opção é criar uma sandbox somente para arquivos baixados. Desta forma, arquivos mais antigos que talvez possam estar na sandbox não serão danificados se você for infectado por um vírus, apesar de ter um software antivírus. A regra aqui é experimentar as opções e ver qual solução melhor se encaixa para você.

Como o Sandboxie também inclui um certo número de funções que são projetadas para isolar as sandboxes individuais umas das outras o máximo possível, é sensato rodar o software de poker em uma de suas próprias sandboxes. Isso prevenirá que um Trojan, que está aberto e rodando na sandbox A, consiga pegar as informações de sua conta de poker. O Sandboxie não consegue oferecer total segurança aqui, mas, com certeza, melhor segurança.

4. Apagando o conteúdo da sandbox

Uma sandbox só será realmente útil se você deletar seu conteúdo regularmente.

O Sandboxie lembrará você 7 dias depois de apagar o conteúdo de sua sandbox de que ele precisa ser apagado novamente. Em Settings você também tem a opção de apagar automaticamente o conteúdo da sandbox assim que não tiver nenhum programa rodando nela (a caixa de diálogo mostrará uma mensagem e depois abrirá).

Eu, particularmente, achei mais fácil apagar o conteúdo da sandbox manualmente, antes de desligar o PC.

  Figura 9: Delete Sandbox


A caixa de diálogo de Delete Sandbox apresentada aqui é igual à caixa de diálogo Quick Recovery com um botão Delete no final.

Assim que você clicar em Delete Sandbox, todos os arquivos na sandbox serão apagados. Você deve, portanto, estar certo de que todos os arquivos importantes foram copiados.

Enquanto você estiver nos seus primeiros dias de trabalho com o Sandboxie, é recomendável que você analise atentamente a tela Files and Folders (ver 2.1) para ter certeza de que nenhum arquivo foi deixado pra trás e para alterar os Settings como for necessário.

5. Conclusão

Eu espero que este artigo tenha ajudado você a compreender melhor o Sandboxie e que trabalhar com ele seja mais fácil. Se tiver alguma pergunta, comentário ou sugestão para melhorias, escreva no nosso fórum de ferramentas.

 

Comentários (11)

#1 raphaelZX, 20.03.13 00:36

Não obrigado !

#2 AbelBraga, 27.05.13 21:11

hehehhe

#3 olbijunior, 27.07.14 01:29

Interessante pensarmos em seguranda da informação em. Parabéns pelo artigo.

#4 5Pedro, 16.09.14 10:13

É sempre bom prevenir. Segurança sempre é bem vinda! <br /> Muito bom artigo!

#5 VinoCarica, 28.04.15 00:23

Muito bom mesmo esse artigo, estamos aprendendo ate outros assuntos não inerentes ao porker.

#6 VinoCarica, 28.04.15 00:24

porker foi foda! kkk

#7 Manu2611, 11.06.15 13:45

??????????

#8 Italocumbe2015, 02.09.15 18:27

bom!

#9 kakalordao, 25.11.15 18:06

MAIS UM programa! alguém tem feedback para ofertar?

#10 emptf, 11.01.16 19:45

Bom, Bom...

#11 PasqualePql, 11.06.16 14:18

ótima ! informação...