Sucesso a longo prazo no Poker Online com estratégias vencedoras – inscreve-te já grátis!

As melhores estratégias Com a estratégia correta, o poker torna-se numa brincadeira. Os nossos autores mostram passo a passo como funciona.

As cabeças mais espertas Aprende em conjunto com os mais bem sucedidos jogadores de poker nos treinos ao vivo e no fórum.

Dinheiro de Poker Grátis A PokerStrategy.com é completamente gratuita. Para além disso espera-te dinheiro de poker grátis.

Já és membro da PokerStrategy.com? Faz o login aqui

EstratégiaSit & Go

Jogando Pré-flop (2): Entrando em um pote já aberto

Antes desta lição, você já deve ter estudado:

Você já deve ter uma ideia de como entrar em um pote que ainda ninguém abriu. No entanto, muitas vezes acontece que alguém já entrou no pote antes de você. Isto pode acontecer com um limp ou, o mais normal, com um open raise. Nesta lição, vamos assumir que esse raise não é um all-in nem equivalente a um, pois essas situações serão tratadas separadamente.

É importante entender quais são as opções que você tem disponíveis e quais são os fatores mais importantes na abordagem a uma situação como esta. Nesta lição, você vai aprender tudo isso e adquirir os fundamentos teóricos para construir seus ranges pré-flop em potes já abertos.

Entrando em um limped pote

Quando alguém faz limp antes de você, e você decide que vale a pena jogar a sua mão, seu primeiro instinto deverá ser fazer raise (ou isolar, como é chamado nesse contexto). Se existe um único limper, é quase sempre melhor fazer raise do que overlimp (entrar também de limp).

Mesmo se houver pouca ou nenhuma fold equity pré-flop, na maioria dos casos o limper vai optar por uma estratégia pós-flop muito fraca de fit-or-fold, o que faz com que as suas continuation bets sejam auto-lucrativas o suficiente para compensar o investimento adicional no pré-flop.

Outra vantagem do raise em relação ao overlimp é que você evita que os jogadores a seguir façam raise. Eles precisam de uma mão mais forte para dar 3-bet ou call no seu raise do que precisariam para dar raise em um par de limpers. Eles vão muitas vezes colocá-lo em um range mais forte do que realmente é, e, como resultado, só jogam um range demasiado tight.

Quanto ao tamanho do raise nessa situação, você deve usar o tamanho de aposta que normalmente usaria para um open raise de posição inicial, adicionando 1 big blind por cada limper.

No que toca às mãos com as quais você deve fazer raise contra um limper, muitas vezes quaisquer duas cartas seriam suficientes se não considerar os jogadores por agir depois de você. Na prática, já que sempre há a chance de mais alguém se envolver na mão, você deve fazer raise com mãos que têm algum valor caso leve call de um jogador que ainda está por agir, e ter alguns blockers para mãos com as quais tal jogador poderá dar 3-bet - um ás ou um rei são as cartas ideais.

Abaixo você pode encontrar um exemplo de um range com o qual pode isolar um limper. Tenha em atenção que deve ajustá-lo em função da sua posição, da posição do limper, das suas leituras sobre o limper (por exemplo, se o limper é um jogador que quase nunca faz limp, é muito possível que ele esteja preparando uma armadilha, então você deve fazer raise com um range muito tight) e também em função dos restantes jogadores.


1. Exemplo de um range para isolar um único limper

A situação é diferente quando existem dois ou mais limpers. Neste caso, a sua fold equity no pré-flop ou no flop é menor, e você precisa de uma mão mais forte para competir com dois adversários caso a mão vá ao showdown. Por outro lado, suas odds implícitas são mais altas, já que há mais jogadores na mão os quais podem lhe pagar caso acerte uma mão forte.

Como consequência, você deve fazer raise com um range de valor mais tight e fazer overlimp com mãos de força média que dependem de odds implícitas, tais como pares baixos e suited connectors/gappers. Abaixo você pode encontrar um exemplo de ranges para isolar e fazer overlimp nesta situação.


2. Exemplo de um range para isolar vários limpers (azul) e para fazer overlimp (amarelo)

Entrando em um raised pote

Você pode entrar em um raised pote de três maneiras diferentes: re-raise pequeno, re-raise all-in ou flat call. Quando alguém entra no pote com um raise e você decide apenas fazer um pequeno re-raise (de forma a não ficar comprometido com o pote), essa jogada é chamada 3-bet pequena.

Quando alguém entra no pote com um raise e você decide ir all-in por cima do seu raise, essa jogada é chamada re-push.

Quando alguém entra em um pote com um raise e você decide apenas fazer call na sua aposta, mesmo podendo fazer um re-raise, essa jogada é chamada flat call.

Confira agora quando e como você pode usar essas opções no seu jogo, e quais fatores têm influência nas suas decisões quando se trata de entrar em um raised pote.

3-bet pequena

Em geral, você pode fazer 3-bets pequenas por valor (range de valor) ou por bluff (range de bluff).

Primeiro, você deve identificar as suas mãos de 3-bet por valor. Essas são as mãos com as quais vai jogar por todas as suas fichas ou, em outras palavras, esse é o seu range de 3-bet/call, porque o seu plano é o de fazer call caso o seu adversário vá all-in por cima da sua 3-bet. Para se tornar parte desse range, uma mão deve estar à frente do provável range de 4-bet do seu adversário.

Para balancear as suas mãos por valor, e de maneira a roubar algumas fichas de tempos em tempos, você deve também fazer 3-bet por bluff com várias mãos (as quais serão o seu range de 3-bet/fold). A frequência com a qual deve fazer isto depende das tendências dos seus adversários. Se seu adversário faz muito fold para 3-bets, você deve dar 3-bet nele com mais frequência. Se ele não faz muito fold, você deve dar 3-bet por bluff apenas as vezes suficientes para balancear e extrair máximo valor com o topo do seu range, mas não mais do que isso.

Para as suas 3-bet/folds, você deve usar as melhores mãos com as quais não seria lucrativo dar 3bet/call, flat call ou re-push. Mãos com blockers de ás ou rei devem ser a prioridade.

É importante saber estabelecer o tamanho das suas 3-bets que não são um all-in. Deve ser estabelecido um tamanho padrão.

Em posição, o tamanho padrão da sua 3-bet deve ser entre 2x e 2,5x o tamanho do raise original. Fora de posição, o tamanho da sua 3-bet deve ser entre 2,5x e 3x a aposta original.

A razão para essa diferença é a seguinte: quando você estiver fora de posição, é importante desencorajar calls por parte do jogador que abriu em raise, já que estar em posição faz com que seja mais fácil para ele dar call e jogar o pós-flop. Por outro lado, quando você estiver em posição, esse fato por si só já desencoraja calls, e você pode tranquilamente salvar algumas fichas de maneira a fazer um bluff mais barato e ter stacks maiores para o jogo no pós-flop, o que favorece o jogador em posição.

Em geral, você não deve fazer uma 3-bet pequena se essa aposta representar mais do que 25% da sua stack efetiva. Isso acontece porque se a stack efetiva é tão pequena, depois da 3-bet você estará recebendo odds corretas para dar call no all-in do raiser original com todo (ou quase todo) o seu range. Em outras palavras, esse tamanho de aposta deixa você comprometido com o pote. Neste caso, o melhor será fazer você mesmo o re-push ou, por vezes, decidir pelo fold.

Para entender melhor este problema, confira o seguinte exemplo de uma situação em que fica comprometido com o pote:

 

Neste exemplo, você decide dar uma 3-bet pequena por bluff e depois é confrontado com um all-in de 1.700 fichas. Incluindo as blinds, no pote já estão 2.350 fichas. Sem considerar o risk premium, você precisa de uma equidade de 700/(1.850+700) = ~27% para fazer um call lucrativo. Com essas pot odds, você está forçado a fazer o call nesse all-in mesmo que o seu adversário tenha um range muito tight, como 88+ e AQ+, pois a sua equidade contra este range ronda os 27%. É exatamente a isso que chamamos estar comprometido com o pote.

Neste exemplo, você deve decidir entre o re-push e o fold, já que não pode fazer uma 3-bet pequena por bluff de forma lucrativa, e então você não teria como balancear as suas 3-bet/calls com 3-bet/folds.

Comprometido com o pote: situação na qual o pote é grande o suficiente em relação à sua restante stack que você tem que dar call (normalmente all-in) independentemente da ação e da sua mão.  

Por vezes acontecem situações nas quais você não precisa dar call em um all-in do raiser original com base nas pot odds, mas que poderá ser forçado a fazê-lo contra um ou mais jogadores com stacks curtas que ainda faltam agir. Nestes casos, você não precisa necessariamente de mudar o seu tamanho de aposta, mas, em vez disso, você deve dar 3-bet com um range mais tight, tendo em mente que pode ser forçado a ir a showdown com a sua mão.

Flat call e re-push

Como já sabe, quando alguém entra em um pote com um raise e você tem uma mão com a qual quer jogar, fazer uma 3-bet pequena não é a sua única opção. Você pode também decidir entre um flat call e um re-push.

Em geral, você não faz re-raise/fold com mãos com as quais não pode dar call ou fazer re-push lucrativamente.

Quando fazendo 3-bet por bluff, a força da sua mão não importa muito. Portanto, é melhor fazer esses bluffs com mãos um pouco mais fracas se, ao fazer isso, você ganha situações lucrativas para fazer call ou re-push. Na realidade, você vai poder jogar lucrativamente com um range mais amplo.

Como resultado, você deve fazer 3-bet/call com o topo do seu range e flat call ou re-push com o próximo grupo de mãos fortes – o qual normalmente vai incluir mãos como ases e pares de mão médios (ou pares de mão baixos, quando falamos de re-pushes), mas com stacks maiores você ainda pode incluir mãos como suited connectors ou suited gappers, broadways, e até ases suited baixos.

No geral, você não deve fazer flat call se, ao fazê-lo, está investindo mais do que 10% da sua stack efetiva. Isso acontece porque a intenção de fazermos flat call é para tomarmos futuras decisões na mão tomando por base se acertamos ou erramos o flop. No entanto, se tem que investir uma grande parte da sua stack efetiva no call, você não vai estar pagando um preço correto para tentar acertar um flop favorável.

Também deve evitar o flat call na SB, pois isso força você a jogar fora de posição no pós-flop. O mesmo acontece na BB, mas neste caso você consegue odds bem melhores e é você que vai fechar a ação, então não existe o risco de mais alguém se envolver na mão. Então, na SB você deve quase sempre optar por uma abordagem de re-raise ou fold, enquanto na BB você também pode optar pelo flat call.

Abaixo você pode encontrar um exemplo de ranges com os quais deve optar por 3-bet/call (vermelho), 3-bet/fold (azul), flat call (amarelo) e re-push (verde). O exemplo tem por base um cenário onde você, sentado no botão, enfrenta um open mini-raise de um regular agressivo sentado no cutoff, com uma stack efetiva de cerca de 25 big blinds.


3. Exemplo de ranges para 3-bet/call, 3-bet/fold, flat call e re-push

Resumo

Nesta lição, você aprendeu que:

  • Você deve isolar um único limper com um range amplo, e quando enfrentando vários limpers deve fazer raise com um range por valor mais tight e fazer overlimp com mãos especulativas.
  • Quando confrontado com um raised pote, pode fazer 3-bet/call (range de valor), 3-bet/fold (range de bluff), re-push ou flat call.
  • Quando o pote é grande o suficiente em relação à sua restante stack que você tem que dar call independentemente da ação e da sua mão, dizemos que você está comprometido com o pote.
  • Como padrão, você deve construir seus range de forma a existirem ranges de flat call e re-push entre os ranges de 3bet/call e 3bet/fold.

Próximos passos

Faça o quiz e teste o seu entendimento desta lição.
Começar o quiz
Discuta esta lição ou faça perguntas no fórum.
Discussão
 

Comentários (5)

#1 guto15, 25.09.14 19:28

Não se esqueçam de estudar a lição e responder ao quiz. ;)<br /> <br /> Aproveitem o material de estudo. Se tiverem alguma questão ou comentário por favor utilizem o tópico de discussão no fórum:<br /> <br /> http://pt.pokerstrategy.com/forum/thread.php?threadid=120793

#2 dropepedro, 10.11.14 11:12

Não jogava com ranges definidas, mas graças a esse artigo, vou construir as ranges e aprimorar meu jogo.

#3 simplesmenteRNMD, 22.11.14 20:59

essas lições de SNG realmente fazem diferença

#4 Fofinho344, 02.08.15 02:59

Esse artigo é para qual fase do sit & go?

#5 Vykos84, 03.02.16 13:03

acredito que seja para a primeira fase, quando ainda temos stacks efetivos suficientes para dar 3-bet/call e 3-bet/fold sem comprometer seu futuro na mesa de forma demasiada.