EstratégiaMindset & Psicologia

Atitude profissional

Introdução

Neste artigo

  • A desculpa do downswing e porque é que o deve evitar
  • Força de vontade e trabalho árduo são a chave do sucesso
  • Trabalhar o seu jogo constantemente

Um jogador de poker precisa de uma atitude profissional para poder ter sucesso - infelizmente isso é uma das qualidades mais subestimadas de um bom jogador. Só talento não vale nada se não houver uma atitude razoável direcionada à leitura, aprendizagem e otimização das suas próprias habilidades. Primeiramente, e mais importante: Para ter sucesso nos limites médios, você deve estar ciente desse facto. Nesse ponto você não é necessariamente um bom jogador. Infelizmente a maioria das carreiras no poker acabam nesse ponto. A carreira acaba antes de começar. O capítulo 1 vai explicar o porquê.


Capítulo 1

A desculpa do downswing

Existe uma regra que você deve ouvir se você quiser começar a jogar poker lucrativamente. Estamos a falar da chamada "desculpa do downswing" e de se livrar dela. Todo o iniciante deve gravar a seguinte frase para si:

"Não existe downswing no poker, apenas mãos mal jogadas";

Agora todos os auto-denominados profissionais irão pular e rir. Estão todos os Sklanskys e Greensteins desse mundo realmente errados?

O homem parece nascer com uma grande capacidade: Ele é o mestre de achar e inventar desculpas. Ele irá inventar qualquer coisa para justificar o seu comportamento, azar ou erros. Você pode encontrar tais desculpas todos os dias, no trabalho, em casa, no desporto, etc...

"O amor da minha vida deixou-me, coitado de mim, e agora ainda tem um novo!"

É muito mais agradável mostrar-se como coitado - em vez de admitir que você errou porque decidiu passar várias noites jogando bilhar com seus amigos em vez de fazer algo com a sua namorada, que estava sozinha em casa.

Ou seu colega é promovido e você pensa que você merece muito mais do que ele. Mas aqui também, nós gostamos de omitir a realidade: O seu colega de trabalho dedicou-se à empresa e às vezes trabalha 10 horas extras durante o fim-de-semana, enquanto você preferiu ficar em casa durante uma semana para recuperar daquela doença super grave chamada constipação.

Ou talvez seja aquela partida de futebol com o árbitro incompetente, que favoreceu a outra equipa. Desde a queda de Robert Hoyzer, tal desculpa está mais próxima de todos nós, especialmente na liga C onde ainda é pela honra.

Como você pode ver, o homem não conhece fronteiras para procurar e encontrar desculpas para explicar seu comportamento falhado.

Esse hábito do homem não é mais que um mecanismo de defesa. Similar a quando nós fechamos nossos olhos por reflexo quando um objeto se aproxima (tomara que na maioria dos casos seja uma mosca e não um punho), nós também protegemos o nosso ego. Os exemplos acima são geralmente mecanismos de defesa, ou, colocando de outra maneira, paredes psicológicas que protegem o nosso senso de auto-valor.

E todos aqueles que são honestos consigo mesmos irão concluir que eles também usaram esses mecanismos uma vez ou outra. A prontidão com que nós passamos ao modo defensivo quando a nossa pessoa ou comportamento é criticado é expressado pela seguinte frase: "O outro também está errado!" Não é difícil pensarmos que talvez a crítica seja justificável? O comportamento padrão em tal situação é de retaliar com um argumento que não poderia estar mais distante do assunto em foco: "Você não acha que é bastante arrogante às vezes?" Resposta: "Pelo menos eu não sou tão chato quanto você!" O fundamento perfeito para uma grande discussão sobre o que somos acusados, mostra-se e nós preferimos continuar na ofensiva porque nos sentimos acusados.

Mas o que isso tudo tem a ver com poker?

A resposta é bem simples. Essas situações que nós encontramos em nossas vidas diariamente, podem ser e serão fatais para o nosso jogo após um tempo, e fatal também para nossa banca. O problema é que muitos livros e artigos dão ao jogador de poker a desculpa perfeita de bandeja.

Existem inúmeros artigos sobre downswings. Assim que os iniciantes os leem, eles têm a melhor desculpa que eles poderiam pedir para o resto da carreira de poker deles (a não ser que sigam o conselho deste artigo). Não é mais fácil pensar que você tomou algumas bad beats ou está em um dowswing terrível - em vez de pensar no que você fez de errado na ultima mão?!

Também é muito mais fácil pensar que você tomou uma bad beat em vez de olhar a mão de novo e postá-la no fórum para que jogadores de sucesso possam avaliá-la? E então ler as respostas e procurar mais mãos suas onde você cometeu o mesmo erro?

É claro que é engraçado quando o Mr. Dowswing perde uma mão por azar quando o nut flush dele é quebrado no river por um full house com 72o. Então você tem uma mão que parecia ser boa (de 100 jogadas) que vale a pena ser postada para colher a simpatia que você merece como um profissional! As 99 mãos anteriores, onde você fez calls ruins e raises irreais e desistiu no SB ou no BB aqui ou ali (com iniciantes normalmente acontece mais), são convenientemente esquecidas.

Não seria mais motivador analisar suas mãos após uma sessão perdedora, e concluir que afinal fez uma sessão break-even mas que no fim se transformou numa perdedora por causa de jogadas ruins?

A seguinte frase vem de muitos iniciantes:

"..Eu sei que eu tenho algumas falhas aqui e ali..."

Quando você lê algo assim, você supõe que a pessoa que escreveu, acredita que o jogo dela é 70-80% perfeito. Porque aqui e ali com certeza não quer dizer falhas maiores que 30%. No "Ace on the river" Barry Greenstein escreve que todas as noites que joga poker, faz em média 10% de calls/raises/folds ruins. Nesse caso, nós podemos dar os parabéns ao nosso iniciante acima, já que ele só está a 10 ou 20% do nível de Barry Greenstein - pena que ele não esteja jogando no mesmo limite.

Entretanto, existe um certo grupo de jogadores para os quais a situação acima é frequentemente aplicável. Esses são jogadores que começam diretamente com um upswing e a princípio não sofrem com um dowswing. Eles sobem limites com um ritmo incrível e 4-5 BB/100 mãos; durante o upswing eles rapidamente chegam a $1/$2 ou acima. E não parece haver o mínimo motivo para eles duvidarem das suas habilidades. Pensar que eles são maus jogadores seria absurdo (nota do autor: minha carreira de poker começou assim também). Mas de repente o mundo do poker muda - e muda fortemente. Eles experimentam o primeiro grande dowswing (que não é realmente um dowswing, e sim jogadas ruins que se torna mais difícil de se manterem em limites mais altos). Eles perdem 150BB ou mais em 1000 mãos e desperdiçam metade do seu bankroll. Psicologicamente, isso parece ser uma situação de azar.

Um processo de pensamento interessante, começa então na cabeça da maioria dos jogadores:

Tese 1: O meu winrate em 20.000 mãos é 1.5BB/100 mãos.

Tese 2: Jogadores vencedores tem um winrate de 1 BB/100 mãos.


Conclusão : eu sou um jogador vencedor.

A que se segue:

Tese 1: Eu sei que até mesmo jogadores vencedores podem ter dowswings de 200BB ou mais.

Tese 2: Eu sou um jogador vencedor.

Conclusão : Minha perda de 150BB deve ser um downswing, então eu posso continuar a jogar como estava porque a minha sorte em breve mudará.

Infelizmente, muitos jogadores preferem utilizar a "desculpa do downswing", a confrontar o seu próprio jogo

Aqui um teorema apropriado de Thomas Jefferson:

""Eu acredito em sorte e acho que quanto mais eu trabalhar mais eu a terei."

Mas aqui nós voltamos para o axioma original: "não existem downswings no poker!"

Um pequeno exemplo:

Um conhecido da minha família trabalha como soprador de vidro. No trabalho dele faz um tipo de vidro suave. No entanto, quando soprando o vidro, pode ocorrer que o vidro parta ou rache apesar de não ter havido nenhuma mudança no processo de manufatura. O facto é o seguinte: Quanto mais experiente o soprador de vidro for, menores são as hipóteses dessas falhas ocorrerem. Vamos supor que nessa empresa existe um aprendiz, que às vezes lhe é permitido trabalhar com o vidro. Mas ele não é bem sucedido em soprar da primeira vez e o vidro acaba, inútil, no lixo. Qual a probabilidade desse erro ser devido a incompetência momentânea do aprendiz - ou que coisas do tipo acontecem de vez em quando independente do profissionalismo do soprador?

Onde eu quero chegar é que no começo do estudo, a probabilidade de uma grande perda ser devido a más jogadas, é bem maior do que porque por causa de um downswing.

Existem duas medidas de sucesso no poker:

1. A qualidade da mão postada: Suponha que um jogador A começa a jogar poker e posta 20 mãos no fim de cada sessão. Com o tempo, conclui-se que as mãos postadas estão a melhorar e a algumas contêm menos erros. O grau de sucesso é determinado pela rapidez com que a qualidade das mãos postadas melhora.

2. O dinheiro (winrate): Quanto mais mãos nós jogamos em um limite, mais próximo chegamos à nossa força real expressa por x BB/100 mãos.

No começo de uma carreira no poker, o método 2 não vale nada. Não importa qual seja o seu winrate em 3.000/4.000 ou 8.000 mãos, raramente será uma medida adequada.

O método 1,no entanto, é o melhor método no começo.

O que você pode fazer para melhorar o seu jogo será discutido nas partes 2 e 3 deste artigo. Concluindo, eu gostaria de mostrar a todos os iniciantes que dowswings no começo da sua carreira no poker, frequentemente são resultado de um mau jogo, e não do azar. Por essa razão, se você tiver uma noite perdedora você deve supor que foi porque você jogou mal - e talvez deva investir mais tempo a estudar.


Capítulo 2

O princípio Popstar

Iremos começar esse capítulo com uma curta história. Numa noite de terça-feira a seguir a terminar uma sessão de 2 horas de poker, vou relaxar um pouco. Então faço o que sempre faço quando quero relaxar, algo que geralmente não exija pensar muito - então ligo eu a TV e acabo a ver um programa, onde uma jovem rapariga com uma cara estranha está ao microfone. O programa chama-se "Popstars".

O objetivo do programa (além de divertir telespectadores entediados assim como eu) é dar aos artistas desconhecidos a oportunidade de provar o seu talento e ultrapassar os outros participantes através do mesmo. Quanto mais atenção eu dou a esse programa, mais eu me pergunto: Qual deles seguirá e quais serão eliminados? Mas acima de tudo: Porquê? Coloquemos a questão de outra maneira: Qual é o critério que os juízes usam quando eles querem construir um futuro popstar?

Sem contar que você tem que duvidar de tudo que você vê na TV, uma tendência no júri era visível. Uma tendência que se cristalizou através da indústria da música pop mais e mais nos últimos anos. Normalmente esse (como era de se esperar) talento e voz são as primeiras coisas que deve se procurar para criar um popstar - em vez de outra coisa completamente diferente. Vamos supor que você recebe a tarefa de produzir um popstar e levá-lo ao topo. O que você procuraria?

A voz ?- Isso poderia parecer relevante, mas nos tempos de hoje, que se pode melhorar a voz nas gravações e até mesmo em uma performance ao vivo, esse aspeto seria continuamente empurrado para os fundos

Beleza ? -- É claro que seria bom se o seu popstar fosse bonito, mas novamente, temos a maquilhagem, estilistas e - se necessário - cirurgia, que oferece todo um espectro de possibilidades para mudanças. Logo, esse ponto também, acaba sendo secundário.

Habilidade para dançar? -- Dois pés esquerdos não são vantagem nenhuma para uma carreira de popstar, mas existem diversos treinadores para tais casos que poderiam ser contratados para criar um dançarino aceitável com algumas horas de prática.

último ponto nós precisamos de uma coisa acima de todas -


Força de vontade!

A força de vontade para fazer o necessário para ter sucesso!

Como já mencionado, como um produtor musical você tem a sua disposição uma gama de recursos que são testados por muitos anos: Propaganda, sessões de autógrafos, horas de prática ou sangue e suor no estúdio. A única coisa que você não pode ter certeza é: o meu futuro popstar aguentará com isso? Ele estará preparado para seguir esse caminho difícil? É evidente que você, como um produtor musical, na procura pelo artista perfeito, está há procura de uma grande voz e uma grande força de vontade. Você não é um sonhador, mas realista, então você irá abandonar rapidamente a ideia e listar as prioridades.

E nessa lista você irá notar: É possível compensar a falta de talento através de esforço e força de vontade. Mas não é possível compensar a falta de força de vontade com talento...

Simples: A voz de cem anos não vale um centavo se a força de vontade não existir.

E quer você goste ou não, é exatamente a mesma coisa com o poker.

Você não precisa reinventar a roda (ou poker nesse caso). Todo o material que você precisa para lidar com qualquer situação que aparecer, está disponível na PokerStrategy.com. E não só, também foi testada e usada com sucesso por centenas de pessoas. Mas de que isto adianta se não tiver a força de vontade para usá-los? É claro que é vantajoso se você tiver algum conhecimento de matemática. Por outro lado, existe uma tabela para quase todas as situações, então você só precisa de um pouco de força de vontade para entender o sistema por trás delas. Não precisa ser um Einstein. É bom se você tiver o controle emocional para aguentar bad beats e downswings sem arrancar o cabelo. Mas só isso não irá fazer de você um jogador vencedor.

Se tem talento para medir e analisar a estrutura da board, pode ser uma vantagem no seu jogo. Mas isso não é um problema de aprender se você tiver a força de vontade necessária e a juntar à experiência. O que eu quero deixar claro é que você só pode ser bem sucedido no poker, se estiver preparado para continuamente questionar o seu conhecimento e habilidade, e se tiver a força de vontade para trabalhar sempre na melhoria do seu nível de jogo. A única coisa que você precisa trazer para a mesa é a força de vontade para fazer o que tem que ser feito. E o que tem que ser feito será discutido na próxima sessão.

Capítulo 3

Aplicação Prática

Agora que nós deixamos claro quais os requisitos para jogar poker com sucesso, nós iremos supor que você os tem ou está pronto para trabalhar duro para os obter. Mas o que tem que ser feito?

Postar mãos/Revisar a sessão:

Poste o máximo de mãos possível! Poste o máximo de mãos possível! Poste o máx...! OK, eu acho que deve estar claro agora o quão importante é esse ponto. Não existe modo melhor e mais barato de melhorar o seu jogo do que continuamente (existe uma razão para algumas palavras estarem em negrito) postar as suas mãos. O que você deve procurar fazer?

1. Usar ferramentas de tracking como o PokerTracker 4, Holdem Manager 2 ou o nosso SideKick grátis permite a você navegar através das suas mãos jogadas e facilmente convertê-las para um formato compatível com o fórum.

2. Recomendo que anote todas as mãos da sessão nas quais você ficou em dúvida. Até mesmo jogadores vencedores nos limites médios e altos nunca param de questionar suas mãos.

3. Existe um avaliador de mãos profissional em cada fórum. Próximo das secções de iniciantes, avançado e profissional (onde os artigos podem ser encontrados), isso pode ser feito no fórum no qual você passa mais tempo. Não perca muito tempo e energia a ler textos que não podem melhorar o seu jogo.

4. Passe pelo fórum de mãos exemplares. Leia as mãos dos outros jogadores e deixe lá os seus pensamentos. Quer você esteja a estudar os artigos iniciantes, avançados ou profissionais, vá aos fóruns respetivos. Não perca muito tempo e energia lendo textos que não fazem o seu jogo avançar.

Trabalhando através de artigos:

Trabalhar não quer dizer ler um artigo só uma vez.

Trabalhar significa: Ler o artigo vezes suficientes para que você possa explicar o conteúdo para outra pessoa sem hesitação

Trabalhar significa: Resumir o artigo e resumir o resumo.

Trabalhar significa: Procurar por um artigo sobre um tópico específico e achar um exemplo apropriado no fórum.

Trabalhar significa: Ler um artigo várias vezes em vez de vários artigos uma vez. O último caso irá levar a um conhecimento "semi-pronto" e um aumento no número de mãos mal jogadas.

Manter-se focado/Ambiente de trabalho:

Quando você joga poker, jogue poker! E não jogue assistindo TV ou navegando na Internet ou falando ao telefone com a sua namorada. Todos esses fatores influenciam a sua concentração. Leia este artigo sobre concentração. É claro que você primeiramente verá o poker como apenas um hobby. Mas muitas pessoas provavelmente jogam futebol em uma liga como hobby. E quando você tem um jogo da liga no fim de semana, você vai com o sapato apropriado e você não liga para a sua namorada no intervalo. O equipamento apropriado é a tabela de mãos iniciais e a tabela de odds e outs. E o apito é a postagem do primeiro BB e o jogo só acaba quando saímos da mesa. É claro que a diversão vem primeiro. Mas se formos honestos, saberemos que nós temos mais prazer quando temos sucesso. Eu posso ser um grande fã de futebol - mas se eu só me sento no banco em todos os jogos e os meus companheiros de equipa não me passam a bola nos treinos porque eu sou muito ruim, mais cedo ou mais tarde a diversão terá ido e a minha motivação também. Se as pessoas ainda vão ao treino regularmente, talvez eles tenham outros motivos, como a camaradagem, mas com certeza não é pela diversão. Na prática isso aplica-se a quase tudo que você faz.

Treino:

A PokerStrategy oferece aos seus membros um exclusivo e compreensível Programa Publico de Treinos . Existem bons jogadores preparados para partilhar o seu conhecimento em qualquer tópico, seja NL, FL, SNGs ou torneios. E não lhe custa nada, além da força de vontade para investir tempo. Não existe nenhuma boa razão para um jogador ambicioso não aceitar essa oferta regularmente.Existem também ofertas de treinos privados muito bons por um bom preço. Você não deve ver o treino privado como uma despesa, mas sim como um investimento no negócio do poker.

Suponha que agenda uma hora de treino privado a cada 2 semanas por um custo de $50/mês, se jogar em limit $1/$2, à volta de 500 mãos por dia, ou seja 15.000 mãos por mês. Então, se o treinador privado encontrar um pequeno erro no seu jogo que lhe esteja a custar a .2 BB/100 mãos, o treino irá-se traduzir num lucro de 5 BB. E fiz esse cálculo o mais conservador possível - geralmente você joga mais mãos, e como iniciante, você aumenta o seu winrate mais do que .2 BB/100 mãos.

Eu só quero alertá-lo do seguinte fenómeno. Um jogador por vezes tem uma banca maior que a sua habilidade, devido a um upswing. Ele teve sorte - ver capítulo 1! Por esta altura ele terá o capital necessário para melhorar o seu conhecimento através de uma sessão privada de treino, mas porque razão ele fará isso? Isto porque o sucesso reside ali!!

Se voltar a jogar sem ter melhorado o seu jogo, ele verá que a sua banca se equipara às suas habilidades, e desta forma irá perder e não poder mais pagar uma sessão privada de treino. Ele não usou a vantagem do upswing apropriadamente e agora deve trabalhar novamente do começo - sozinho.

Porque estou a falar explicitamente sobre o treino privado? Bem, existem 2 maneiras para um iniciante gastar os seus ganhos além de deixar no seu capital de poker:

1 Sacar e gastar o dinheiro. Você pode ler porque isso não é o aconselhável no artigo do Wishmaster "Gestão de banca avançada".

2. Investir o dinheiro em livros ou treinos privados.

Eu acho o segundo caminho mais sensato.Todo o treinador privado já tem o conhecimento desses livros e é capaz de aplicá-los diretamente ao seu jogo.

Epílogo

Essas são as 4 coisas mais importantes que diferenciam os jogadores de sucesso dos fracassados. De forma a poder aumentar os seus ganhos efetivos, terá que estar disposto a gastar muito tempo, sem receber um valor tangível imediato em retorno. Se você estiver disposto a percorrer esse caminho, no fim você terá um hobby que é mais que "só" um hobby. E se estiver preparado para trabalhar em noutras qualidades inerentes ao jogador de poker, que foram discutidas no capítulo 1, poderá rentabiliza-las mais do que só no poker.

 

Comentários (95)

inverter ordem
  • ursoline

    #1

    Very nice text, helped me a lot cause I think I lacked the willingness to take my time and improve my game
    now I´m ready to really learn the true aspects of this amazing game
  • SauloFRoes

    #2

    Espero que me ajude muito esse artigo!
  • UrenhaJr

    #3

    Como faço para ir para o bronze?
  • afonsopk

    #4

    interessante, bom e útil.
    gostei.
  • LeoStrondah

    #5

    muito bom, muito bom mesmo o autor está de parabens
    me fez refletir muito sobre minhas atitudes na mesa
    vlw muito obrigado por se dedicar escrevendo este artigo.
  • carido

    #6

    Private trainers?
    Como e onde?
  • RuiGomes

    #7

    Sim eu entendo a base e concordo sim, mas já não basta o dinheiro que a pokerstrategy ganha com os seus membros pelo rank que nós fazemos nas salas de poker? Poque temos que ainda pagar os treinos?
  • Hellstricker

    #8

    Treino pago?
    Isto não existe Rui. Os treinos são abertos a todos que tenham o estatuto necessário.
    Treino privado é um treino onde um dos "aprendizes" joga enquanto o treinador comenta as jogadas corrigindo possiveis erros.
  • hamperx

    #9

    Massa, achei legal este artigo cara. Jogo poker com uns amigos toda a semana e creio que estas noções e estratégias estão abrindo o meu horizonte dentro to mundo do poker. Acho que a partir de agora vou estudar mais o poker em vez de jogar apenas nas habilidades adquiridas com o tempo sem nenhuma teoria.

    Abraço pessoal.
  • mambodancer

    #10

    Muito bom o artigo! Fico cada vez mais satisfeito de estar estudando aqui no pokerstrategy ! :D
  • guscarv

    #11

    gostei de ler esse artigo, apesar de não precisar lê-lo para o teste inicial, creio que agora tenho certeza que quero fazer do meu poker mais que um "hobby". :)
  • crepaldi

    #12

    Gostei muito desse artigo, espero poder melhorar meu jogo cada vez mais.
    Vou dedicar todo dia um tempo so para estudos.
    Obrigado!!!
  • dominium1

    #13

    Perdi minha banca por não seguir os conselhos...

    Porém, estou retornando... estudarei e serei o melhor...
    Questão de tempo
  • URochaMAO

    #14

    Agora, ao ler diversos artigos aqui no PokerStrategy, tenho certeza que encontrei o caminho certo para me tornar um jogador profissional de poker. Concordo com o autor: dedicação é a chave e ela só vem com a força de vontade. Este artigo me lembrou uma palestra dada pelo famoso jogador brasileiro de basquetebol, Oscar Schmidt. Ele disse: "Após os treinos, todos os meus colegas iam para os chuveiros. E eu ficava treinando lances-livres. Eles saiam dos vestiários já prontos e eu continuava por mais duas horas. Aí vem um jornalista e me chama de 'mão santa!' e acaba com o valor do meu esforço". um abraço a todos. Dediquem-se. Sim, nós podemos!
  • fafabuloso

    #15

    Obrigado pelos conselhos, acredito que serão muito útil.
  • TURCAO8SOR

    #16

    Uma coisa que eu tenho verificado com muita frequencia nos jogos que tenho jogado no Poker Star, é a eliminação de jogaores com poucas fichas, quando se tem que fechar um grupo para completar mesas.
    Tenho notado ate com uma certa frequencia, que jogos bons acabam perdendo para cartas ruins mas que possuem mais fichas.
    Um pouco dessa cisma diminuiu assistindo as finais do WSOP, onde para fazer a mesa final, dois jogadores foram eliminados com par de AA.
    Porque isto acontece?
    Preciso melhorar o meu sistema de apostas, as vezes sou eliminado por acreditar muito em um jogo e acabo levando um Bad Beat. Chego com uma certa frequencia as finais das partidas que tenho jogado, e com isso mantenho o meu caixa sempre num bom nivel mais gostaria de ganhar mais jogos, e conseguentemente aumentar o meu caixa para poder jogar mesas com buy in maior.
  • moriondleon

    #17

    caro turcao8sor, sou inicante tbm, mas ja sofri com essas variancias, lembrando que AA é favorito em 80% das vezes em ganhar, mas essa porcentagem diminui se for contra mais de 1 jogador, creio que para não perder com esse tipo de mão deve ser o mais agressivo possivel préflop, podendo até ir allin (que algum profissional do poker strategy me corrija se estiver falando besteira) e no flop analisar bem o board e o jogador que esta contra vc e se perceber perigo largar imediatamente, uma vez eu tinha KJ, fui agressivo e meu adversário pagou, o flop virou KJ mais uma carta que não me lembro, mas 2 cartas de copas, apostei forte novamente e ele pagou (não tinha odds mas pagou assim mesmo) o turn veio outra carta de copas, apostei novamente e ele mandou um raise, para mim estava claro que tinha um flush, ou trinca, então larguei meus dois pares, foi um dos folds mais doidos que dei, não sei se acertei pois ele não mostrou a mão, mas joguei segundo minha leitura daquele jogador, espero ter ajudado
  • pporsche

    #18

    Após toda a teoria a leitura dos jogadores é também muito importante... neste caso como ele não mostrou a mão... mas pode muito bem ter sido um grande fold!
  • faa88

    #19

    concerteza temos q jogar segunda a STARTING HAND CHARTS (acho q é assim)

    só q concerteza tmb, os sites dão sempre "prioridade" a quem tem uma STACK maior.

    EX: VC COM STACK DE 2000 e o VILÃO COM 7000

    vc com AA e o vilão com 25

    rola o ALL-IN PRÉ-FLOP

    e no BOARD aparaçe: 9 5 Q J 2

    hhahaha

    2 PARES P/ O VILÃO e fim de JOGO p/ vc...

    QUEM NUNCA PASSOU POR ISSO??

    flw! :)
  • EtromRaziel

    #20

    Muito bom o artigo!
    E bom comentário faa88, já vi várias vezes isso acontecer (comigo também rsrs). Mas tem algo que me pergunto,levando em consideração seu exemplo em play money imagine você com AA na mão aumenta no pré-flop para 1000 porque está confiante na mão, o Vilão tem 7000 e ele pode achar vantajoso pagar sua aposta e 'se tiver sorte' poder arrancar mais stack's de você mas a dinheiro real você com um 25 na mão e 7000 stacks pagaria uma aposta de 1000 ou 1500? arriscaria esse valor somente contando com a sorte?
    De qualquer forma muito boa sua observação!
  • gltglt

    #21

    muito bom mesmo me surpreendeu este artigo.
  • Nekromonguer

    #22

    show de bola, sempre renova os animos e aumenta as forças pra melhorar mais...
  • Lagean01

    #23

    psiiiiii não espalhem aqui está o segredo sucesso no poker:).
  • Mailx

    #24

    Gostei muito desse conteudo!mais as vezes voçe tentar colocalo em pratica mais ae vem um bad e te deixa louco.e esses bads só acontecem quando vc ta em uma fase dificil do torneio e enfrenta um jogador que tenha 5 vezes o valor de sua stack.de cada 10 torneios jogados no minino em 8 isso acontece! agora fica a a minha duvida sera que o site favorece quem tem mais fichas??
  • IgaoBR

    #25

    Òtimo Texto.

    O Autor além de ter uma boa didática, faz analogias muito bem boladas para nosso melhor entendimento.

    Vi acima nos comentários, pessoas criticando o autor por ele mencionar o investimento em treino privado. Minha opinião é que, em uma empresa, parte do lucro tem que se reinvestido na propria empresa, senão com a depreciação ela ira falir.
    Mesma coisa com nós, se deixarmos de estudar e renovar nossos conhecimentos, estamos fadados ao fracasso.

    Obrigado PS.
  • mourahey

    #26

    excelente!
  • CCoelhoKiLL

    #27

    Muito bom o artigo !
    Parabéns
  • pporsche

    #28

    #all
    Obrigado a todos pelo feedback.
    O problema que muitos de vocês enfrentam com as bad beats é muito normal no poker, e claro que as salas nada fazem para favorecer quem tem mais ou menos fichas ou algo do género.

    O que devem entender é que um jogador de poker tem de colocar volume no seu jogo, jogar muitos MTT's por dia, muitas mãos em Cash etc e assim não vão dar tanta importância a uma bad beat que levaram com Ases que acontece 12 vezes em cada 100.

    Se por exemplo jogarem 2 ou 3 MTTs por dia e levarem bad beat em dois deles é óbvio que vão pensar que o poker online é rigged etc... com volume nem vão dar importância a isso, faz parte e temos de viver com elas ;)
  • jmhendrix1983

    #29

    Muito bom este conteudo, parabens!
    Sou iniciante, no começo, jogava 1 mesa de cada vez, quando ocorria um bad beat, ja batia aquela angustia.
    Quando comecei a jogar de 2 a 4 mesas por vez, percebi que é algo super normal, tanto que quando em uma mesa tomo um bad, vejo que o lucro em outras mesas já conpensou este bad.
    no final aprendi a viver com eles.
  • Onurb28

    #30

    Na minha terra, tínhamos um ditado quando jogávamos à bola AZAR VEM DE AZELHA, e em 99,9999% dos casos não era azar mas sim azelhice.
    O que se aplica aqui!!!
    Muito bom artigo!!!
  • pporsche

    #31

    # Obrigado mais uma vez pelo feedback
  • s4botage

    #32

    up^^
  • Skalibuur

    #33

    belo artigo.
    tira muitas duvidas de quem esta inicinado.
  • pporsche

    #34

    Obrigado pelo feedback!

    Abraço,
    Paulo "pporsche" Moreira
  • fabiovenancio

    #35

    Muito bom artigo, entender cada artigo, fundamental, não ler vários, vou começar a praticar essa indicação agora mesmo. Abraços....
  • castlelordd

    #36

    nossa muito bom o artigo, vou começar a praticar tb vlw...
  • polones420

    #37

    Gostei muito do artigo, mostra-me que não posso culpar o jogo, e sim a mim mesmo por ter feito jogadas desnecessarias e pouco lucrativas, muito bom mesmo, esta de parabens!
  • SandrN28777

    #38

    A cada dia, a cada leitura vejo que penso diferente e cresço mais em relação ao poker.

    Obrigado
  • andimarques

    #39

    Parabéns ótimo artigo
    Obrigado!
  • JVilarta

    #40

    Pois eh... poker é como qualquer outro esporte, precisa de estudo, treino, pratica de jogo e muita força de vontade.. Parabéns ao autor!
  • tormenteiro

    #41

    Concordo completamente com o artigo. Colocar a culpa na sorte e no azar toda vez que perder e olhar para o óbvio e fingir que não é sua culpa também.
  • xistacio

    #42

    Jogo poker online desde final de 2010. Jogo cerca de 4h/dia em limites micro.
    Alguns amigos (alguns deles pokerstrategistas que angariei) jogam em limites mais altos e tem ganhos invejáveis.
    Depois de ler este artigo entendo o porquê!
    Obrigado pela dica mas vou seguir o conselho que a minha mãe me deu: "Estudasses!"
  • pporsche

    #43

    Obrigado pelo feedback!

    Abraço,
    Paulo "pporsche" Moreira
  • rodrigovieira

    #44

    Muito interessante o artigo, parabens e obrigado por compartilhar tais informações!

    Grato,
    Rodrigo
  • Branca440

    #45

    Otimo artigo, consegui ter uma boa visão de muitos detalhes que são essenciais para o sucesso.
  • Luizmacedo

    #46

    Depois dessa leitura, certamente irei mudar muita coisa.
  • JuniorJls

    #47

    É NADA!!!
  • AbelBraga

    #48

    Muito bom!! sempre que leio os artigos daqui e sento nas mesas me sinto um jogador melhor....
  • ariwald

    #49

    Muito bom esse artigo.
    Quem acredita em mágica ou estorinha vai inventar um monte de "desculpa esfarrapada" pro seu jogo ruim.
    Hoje mesmo vivi dois extremos em cash games 0.1/0,2.Muito pedagogicos mesmo!Melhor eles terem custado 1USD que mais no futuro sem que eu aprenda.
    1)Um jogador no SB (todos antes foldaram) tentou roubar as minhas BB com raise 2x, e eu nao dei bola e tentei re-steal, sem nem pensar.Fomos a um rush e perdi.
    2)Em outra mesa dei all-in pra mesma posição após um raise 6x.Perdi tb.
    Entretanto, sendo bem sincero:
    Primeira jogada totalmente errada: eu estava com a pior mao do poker: 72o.Baseei-me APENAS no perfil do jogador anterior e nada na minha mao.
    Segunda jogada, com um KK, acredito que era uma das opções possiveis, e que no longo prazo seja lucrativa.O vilao tinha AA, mas AA ao mesmo tempo que KK é probabilisticamente incomum, enquanto vencer uma mao heads up com 72o é queda e coice na certa.
    Voltemos aos estudos porque sem estudar nao da pra ser profissional. Só mais um.
    Parabens pela sensatez, Stefan 1000.
  • Factcont05

    #50

    Li todos artigos sobre psicologia do basico ao bronze e realmente me surpreendeu ,meu jogo ficou mais solido; voce que esta começando como eu é fundamental ler artigos e esses são um dos fundamentais!!!
    abço e gl
  • paulovlincho

    #51

    :)
  • pporsche

    #52

    Obrigado a todos pelo feedback
  • RenatoGusmao

    #53

    Parabéns um ótimo artigo!
  • bardognomo

    #54

    Acho que a sensação de bad beats se enquadra na mesma explicação que vi uma vez sobre a lei de Murphy e suas variantes. Exemplo:

    - Você está preso em um congestionamento gigantesco e está louco para chegar em casa, mas para seu desânimo, percebe que todas as outras faixas parecem estar andando, menos a sua. Você muda de faixa, mas assim que passa para outra faixa, os carros param. Com o carro parado, você nota que todas as faixas (incluindo a que você acabou de abandonar) estão andando - menos a sua.

    A explicação é que nós temos tendência de enfatizar o negativo e não perceber o que é positivo. Quando vencemos KK+ com 67s+ ficamos contentes na hora mas depois de algum tempo nem lembramos mais. Agora quando perdemos com AA para um cara com 25o levamos quase uma semana pra esquecer :)
  • ambrosioreal

    #55

    nossa gostei
  • ZeZiCaS

    #56

    bardognomo disse tudo! para nós só fica para a historia o fracasso, suposta bad beat que muitas vezes nem sequer o é
  • TrILLoN

    #57

    Acho incrível como a Pokerstrategy tem sempre um artigo perfeito para cada momento nosso nas mesas. Vlw! Vocês são f*!
  • Gabriekk

    #58

    Agr irei seguir os passos sugeridos...
  • AbelBraga

    #59

    passando por aqui mais uma vez!!! De tempos em tempos faço uma revisão detodos os artigos... é bom porque sempre passa alguma coisa despercebida...
  • MARSHAL00

    #60

    bom!
  • am3ba

    #61

    o poker torna-se mais difícil de ser jogado quanto mais post destes existirem ... parabéns
  • Yasmin2k

    #62

    O que falta em muitos jogadores de hoje é esta concepção de jogar uma mão correta, de saber extrair informações, de estudar e se dedicar, não é fácil..mas quem foi que disse que seria fácil? tá de parabéns o artigo,colocou tudo que é preciso para ter um psicológico bem estruturado
  • Galileupoker

    #63

    A cada novo artigo do Pokerstrategy.com que leio, fico ainda mais convencido de que estou fazendo um bom investimento não só em poker especificamente, mas para lém disso também, a exemplo deste tópico.
  • tecnow

    #64

    To passando por uma fase ruim e to vendo exatamente o que estou fazendo: achando desculpas. E eu conheço caras que tiveram $30k down e recuperaram em 2 semanas. Eu já deveria estar acostumado com isso ou, melhor ainda, ter me sobressaído a isso. É o que farei.
  • olbijunior

    #65

    Muito bom
  • LobisaRNMD

    #66

    Preciso me empenhar nos estudos... Este Artigo abriu minha mente em relação a isto, Eu jogo em MTTs free, e o dinheiro que raramente ganho ja gasto em cash games tentando dobrar... E quando perco tudo chega a ser frustrante... Eu sonho em ser um jogador bem sucedido e a partir de hj vou focar mais nos estudos... Desde ja os parabenizo pela excelente matéria. e sucesso a todos os membros do Pokerstrategy.
  • fisiopi

    #67

    Sensacional esse artigo, faz você pensar muito sobre suas jogadas!!!
  • vahemik8

    #68

    nao daria para organizar esta parte da psicologia por temas como fizeram em outros artigos?
  • Mamute1981

    #69

    fui muito construtivo a leitura, so tenho um dilema... comecei a tao pouco tempo a estudar e jogar poker (menos de 01 mês). Será que ja é valido começar a pagar treino privado sabendo que nem consegui consolidar um bankroll?
  • Rivanew

    #70

    Muito bom! para ser bom no poker precisa mesmo de muita força de vontade.
  • aelcio

    #71

    muito bom porque são pensamentos e lições que servem não somente para o poker, mas para tudo na vida! show mesmo.
  • DDarkbr

    #72

    Parabéns pelo ótimo texto Pokerstrategy.
  • VladDracul88

    #73

    Muito bom, aconselho a quem está a começar e não só !!
  • VinoCarica

    #74

    É isso mesmo quer ser bom tem que acabar com o orgulho e parar de dar desculpas para nossos erros e estudar sempre mais.
    Quanto mais aprendo aqui mais vejo que sei pouco.
  • herickctba

    #75

    ótimo dedicação em tudo na vida chave do sucesso
  • Marcionog35

    #76

    Para quem pretende tornar o poker um " hobby " lucrativo assim como eu, realmente este artigo é muito bom, afinal, ñ é por ser um " hobby " que ñ requeira estudo e dedicação.
  • luzivaldobass

    #77

    não é atôa que fasem do poker, trabalho, não tem como ser só hobby.
  • fagnercms1

    #78

    Esse ARTIGO mudou minha maneira de enxergar o POKER, muito obrigado PokerStrategy por proporcionar tudo isso.
  • BrSerafim

    #79

    Muito bom o artigo, expandindo os conhecimentos...
  • rgarcia1978

    #80

    Muito bom o artigo
  • marcuswagner

    #81

    A principal virtude do artigo é deixar claro que cada um deve assumir as responsabilidades pelo seu resultado. No poker tem muita gente que gosta de dizer que o vilão jogou mal, por isto que ganhou. - Totalmente incoerente.
  • andrelsilva

    #82

    Existe uma chave para o sucesso, basta procurá-la e aplicar da forma certa esta chave, neste caso o poker tem muitas chaves, então alooou? está na hora de acordar. e começe pela disciplina do tempo
    André
  • rafaeltuim

    #83

    Parabéns, muito bom o artigo. Justificar as perdas com uma down swiming é muito mais cômodo, porém é fatal a longo prazo. :p
  • Giio88

    #84

    Artigo muito bom para começar a pensar, mas a rotina de jogar todos os dias muitas horas seguidas acaba sendo um grande vilão também acabamos colocando o cérebro no automático e desfocando a atenção.
  • ELCID1984

    #85

    muito bom
  • jefin11

    #86

    Muito bom o artigo!
  • 351Player

    #87

    Resumo todo o texto a 3 palavras chaves:
    Humildades, Preseverança e Honestidade.
  • SerginFilho

    #88

    Muito bom, crescendo bastante com o site.
  • pitoco2013

    #89

    Ótimo
  • DerDias

    #90

    Muito bom o artigo !
  • Lukcaz777

    #91

    Lendo novamente!!! E cada vez parece que tem coisas novas escritas, excelente!!!!
  • renatoktega

    #92

    Mto bom post fez eu refletir mais sobre meu mind set vo aplicaros conceitos abrss
  • ovishi

    #93

    Gostei do conteúdo, e vamos estudar e praticar. foco e perseverança...
  • blicax

    #94

    Nice
  • murillomarkes

    #95

    caraca, ai sim e nice