Sucesso a longo prazo no Poker Online com estratégias vencedoras – inscreve-te já grátis!

As melhores estratégias Com a estratégia correta, o poker torna-se numa brincadeira. Os nossos autores mostram passo a passo como funciona.

As cabeças mais espertas Aprende em conjunto com os mais bem sucedidos jogadores de poker nos treinos ao vivo e no fórum.

Dinheiro de Poker Grátis A PokerStrategy.com é completamente gratuita. Para além disso espera-te dinheiro de poker grátis.

Já és membro da PokerStrategy.com? Faz o login aqui

EstratégiaPot Limit Omaha

Guia de Estratégia PLO Hi/Lo - Parte 2

Introdução

Neste artigo
  • Mãos iniciais possíveis de se jogar
  • Por que mãos sem um Ás são praticamente impossíveis de se jogar
  • Jogando mãos somente para o high

Seleção de mãos pré-flop

A seleção de mãos iniciais de PLO Hi/Lo terá uma enorme influência para você se tornar ou não um vencedor no jogo. Quanto mais forte for sua mão, mais fácil será apostar por valor quando você estiver na frente, além de ser menos provável que você entre na jogada e esteja dominado. Mãos possíveis de se jogar têm várias categorias, as quais vamos analisar agora para ver com quais delas vale a pena continuar jogando. A regra geral de PLO Hi/Lo é "sem Ás - nada se faz", o que significa que é impossível jogar sem um Ás. Obviamente, como em todas as regras, há exceções, e vamos dar uma olhada nelas também.

PLO Hi/Lo é um jogo no qual construir grandes potes é mais importante do que ser pago. Jogadores vencedores ganharão menos mãos por hora do que jogadores perdedores, mas os potes que eles ganham são maiores, além do fato de eles perderem muito menos mãos. As mãos iniciais nas quais nos vamos focar serão aquelas que poderão se tornar fortes no flop, em que poderemos apostar em cada street com confiança e, assim, construir um grande pote. A melhor mão em PLO Hi/Lo é a mesma que em praticamente todos os jogos de mãos com valores altos - par de Ases.

Par de Ases

98% de todas as mãos AAxx são possíveis de se jogar e deve-se dar raise em qualquer posição em PLO Hi/Lo. Há um pequeno percentual de mãos que não se deve jogar, como AAA9, em que você não é capaz de fazer straight ou low. Aqui é melhor dar fold nas posições iniciais, pois você só tem um Ás para acertar.

Ases serão sua principal mão vencedora porque seus oponentes precisam melhorar suas mãos para ganhar de você. Isso também é verdade pelo fato de que as mãos que você enfrentará com frequência incluirão cartas baixas, como A2345, mas poucas vezes algo como 6789T. Isso faz com que ler as mãos torne-se mais fácil e que estejamos à frente com AAxx em um board Q88 mais vezes do que em um board Q22. Qualquer jogador com A2 ou A3 tende a dar call pré-flop, mas jogadores com 8 tendem a dar fold.

Encontraremos problemas com Ases, entretanto, quando o board apresentar cartas assustadoras. Com uma mão como AA3K em um flop 456, teremos uma decisão difícil em nossas mãos. Quando alguém aposta neste flop, pode ser com A2, e aí ganhamos meio pote com a mão high, ou pode ser com 23, na qual nossa mão low é boa. Se o oponente tiver A23, nós perdemos o pote inteiro, pois ele tem um low melhor e um straight para o high.

Em situações como esta, é ideal jogar "fit or fold" com Ases, mas é importante se lembrar de que boards altos são mais seguros para Ases do que boards baixos. Mais jogadores pagam pré-flop buscando cartas baixas do que cartas altas. Em um board Q94, é mais provável que o oponente esteja pagando um raise pré-flop com AQ35 do que com Q9xx. É possível que ele tenha uma mão como A2TJ também, então continuamos apostando com Ases nesse tipo de board, mas obviamente consideramos dar fold se tomarmos um raise e não tivermos cartas boas o bastante para ir all-in.

Suited Babies

Isso não significa uma criança de 1 ano de idade vestindo um smoking, mas refere-se a mãos com um Ás e uma carta baixa do mesmo naipe do Ás. Suited babies têm muito potencial para vencer potes low e potes inteiros, tanto por acertar flush/straight quanto por colocar pressão em mãos high para que deem fold na mão vencedora através de apostas agressivas.

É possível jogar todo A2 do mesmo naipe, sendo a opção mais forte AA23ds e a mais fraca algo como A279. Como vamos jogar cada uma dessas mãos varia muito, entretanto. Com AA23 nós podemos apostar e aumentar tranquilamente de qualquer posição, e não importa se tomamos um call ou 8, nossa mão é fácil de se jogar pós-flop por sua força.

Com uma mão como A279, nosso valor vem de colocar outros jogadores no pote que tenham draws para o low menores. Então damos limp das posições iniciais para encorajar jogadores com A3/A4 a entrar no pote ou damos um pequeno raise do botão para construirmos um pote e não tirarmos da jogada nenhum dos draws piores.

As situações em que o suited baby joga por si só são em flops nos quais acerta low/low draw e um nut flush draw. Para ver o quão forte é essa mão, vamos dar uma olhada em alguns exemplos.
EXEMPLO 1:

Board 4h8hKs, nós temos Ah9h3c2s, e nosso oponente tem KcKdQsJs. Aqui está uma situação que é o pior pesadelo dos jogadores: jogar contra um top set. Para os jogadores de Hold'em, é quando se tem a menor equidade. Para o suited baby, entretanto, não é o caso. Colocar esta mão em uma calculadora de equidade nos dá o seguinte resultado:

 

Análise de equidade
Board
4h8hKs
Mão Scoop
Hi Win Hi Loss Lo Win
EV
Ah9h3c2s 243
243
577
630
0,548
KcKdQsJs 164
577
243
0
0,452

 

É difícil para um iniciante acreditar, mas somos 55/45 favoritos com a nossa mão com draws contra um jogador com top set. Ao contrário da vida real, esses bebês podem ser bem fortes. Com isso aprendemos que quando temos no flop um nut low draw e um nut flush draw, temos que jogar como se tivéssemos o nuts. Para todos os intuitos e propósitos, nós temos o nuts.

O top set teria uma vantagem sobre nós se estivesse acompanhado de um nut low draw, neste caso o resultado seria de 38,5/61,5 a favor do top set. Ainda assim, não é uma situação terrível e definitivamente não é o pior dos casos. O que podemos deduzir disso tudo é que os suited babies, quando no flop ficam draw para o nuts, são muitos fáceis de se jogar e nunca são dinheiro desperdiçado, seja contra um ou vários oponentes.
Par + mãos low

Par + mãos low são sempre vistas como mãos para um "Plano B". AA23, KK23, QQA4 são exemplos disso, em que temos uma grande parte que é boa para o pote high, mas se alguém tiver uma mão melhor, temos chance de ganhar a metade low do pote. A mais forte dessas mãos é, com certeza, AA23; é preciso uma mão perfeita para dominar AA23 na maioria dos boards. Em um flop K65, nossa equidade contra KKA2 é de 30%, e esse é normalmente o pior cenário possível quando se tem um draw para o low. Por isso, é difícil colocar dinheiro no pote e estar perdido com par + mãos low. Normalmente um de nossos draws, tanto o high quanto o low, tem chances, se não os dois. Essas mãos são boas para se jogar heads-up, mas, se há um pote com diversos jogadores, devemos procurar jogar com nuts high ou low.

Um bom exemplo disso é AQQ2, em que temos um grande par e um nut draw para low em um flop J76. Quando apostamos neste flop, esperamos que alguém com A2 pague (ou melhor, com A3!), pois para que eles nos vençam no high, eles precisarão de duas cartas perfeitas, como J6 ou 77.

Se no flop tiver vários jogadores e no turn vier um 5, tudo muda. Agora é possível que não estejamos à frente para o high, pois há possibilidade de straight, além do que qualquer um pode ter dois pares ou algo melhor. Entretanto, ainda temos o nut low e podemos levar metade do pote, ou talvez só 25%. O que podemos fazer, no entanto, é colocar pressão nas mãos high apostando no nosso nut low agressivamente. Nós podemos fazer uma mão como 77 dar fold com medo de um straight em um board J765 e acabar dividindo com outro jogador que tenha AKJ2.

Mãos nut low com um grande par podem ser jogadas de forma muito agressiva em boards assustadores, podendo ganhar todo o pote ao forçar uma mão high vulnerável a dar fold com 2 pares ou um trio em um board com possibilidade de straight ou flush. Se formos pagos, poderemos nos deparar com outro nut low e teremos que dividir somente um quarto do pote com o outro jogador por ele não ter uma mão high.

Uma terceira situação é fazer uma armadilha para colocar no pote um terceiro jogador que tenha um low mediano e uma mão high, como A3 para o low e um flush draw com 7. É importante reconhecer quando tais situações ocorrem pois boa parte de seus lucros virão do fato de manter o terceiro jogador no pote, não forçando-o a sair da mão fazendo apostas e raises antes de a ação chegar a ele.
A importância dos seis

Quando jogamos para o low, às vezes fazemos uma mão high sem querer, sendo a mais frequente delas um wheel de Ás a 5. Nessas ocasiões, sua mão na verdade perde valor. Em um board 245, são poucos os jogadores que irão dar call em uma aposta do tamanho do pote e perder a mão se você tiver A3. Seus oponentes terão A3 ou 36, pois é um board muito óbvio para um straight. Mesmo um trio pode dar fold com certa facilidade, a única mão que deve pagar com frequência é A6, se ele pensar que você tem 36 (neste caso A6 é o melhor low), então A3 só vai lucrar se apostar pouco nessa situação por valor.

Uma grande mão aqui é 6 juntamente com nosso wheel low. Um board 345 com A26x nos fará vencer 3/4 do pote contra A2 ou 26. Assim como AK64 na mão em um board 235 tem o mesmo efeito. O 6 com o wheel melhora nossa mão e nos permite levar 3/4 do pote contra um jogador que tenha o high ou o low. Nós podemos apostar agressivamente nessas mãos, pois nenhum jogador vai dar fold com straight para uma aposta do tamanho do pote em limites de jogo menores. Voltando à parte principal de como vencer em PLO, não se trata de ter o nuts, mas, sim, de ter o nuts em um board no qual outros jogadores pagarão com um jogo pior. Se você não for pago quando fizer uma aposta, não importa quão forte sua mão é, um blefe teria o mesmo sucesso nessa situação.

Mãos somente high

Uma mão somente high é uma mão que não tem potencial algum para o low, portanto não temos um "Plano B" para nossa mão, e temos que focar em ganhar o pote inteiro e esperar que não bata um low. Entretanto há uma série de "mãos somente high" fracas que um iniciante pode achar que é uma boa mão inicial por ser boa em PLO.

Mãos somente high fortes incluem de AA a QQ com cartas coordenadas, como KKQJ e também broadway wraps com flush draws, com AKQT com uma carta do naipe do Ás. Mais uma vez, estamos em busca de mãos nas quais possamos ganhar o pote inteiro, também focando no fato de que precisamos de nut draws ou de acertar o nuts para apostarmos e sermos pagos. Percebemos que entrar em corridas em PLO Hi/Lo não é muito inteligente.

É uma Armadilha!

Vamos pegar uma mão como T987, que é uma mão horrível em PLO Hi/Lo. Para apostarmos em várias streets precisamos acertar o nuts, ou ter um draw muito forte para o nuts que nos dê o pote inteiro em uma grande porcentagem das vezes no river. Para T987, isso significa acertar um straight, pois nossos flush draws são fracos. Todo nut straight tem 3 cartas low no board, 876 para T9 ou 654 para 78. Então podemos ver imediatamente que nunca vamos ganhar o pote todo nesta situação, ganharemos apenas metade do pote. Como mencionado nos comentários iniciais e reiterado posteriormente, jogamos para ganhar o pote inteiro, não apenas metade dele, então esta mão é impossível de se jogar.

Isso não é tudo, entretanto; há vários outros fatores que tornam nossa mão problemática.

Primeiramente, vamos nos encontrar em situações nas quais já teremos perdido metade do pote para uma mão low e algum flush draw ou full house redraw. Nesta situação, vamos colocar 50% das fichas no pote e nosso retorno do investimento será de 50% ou 0%, obviamente uma situação ruim.

Em segundo lugar, podemos ser forçados a dar fold com a melhor mão high (ou perder tudo com a pior mão se um flush bater ou dobrar uma carta na mesa). Isso normalmente acontece quando se está em heads-up e um jogador com o draw para o low para ganhar metade do pote acerta o low, então percebe que pode ganhar o pote inteiro apostando forte e forçando uma mão high que pode estar vulnerável a sair da mão.

Em terceiro lugar, podemos acertar um flop ruim, mas que pode parecer bom para nossa mão, como T987 em um flop TT5. Parece ser um ótimo flop depois de acertarmos o trio, mas acontece que em uma situação como esta nós apostamos e já levamos a mão, pois o flop está tão seco que não há valor em se pagar, ou tomamos um raise por outro jogador com o outro dez. Considerando que as mãos iniciais da maioria dos jogadores serão algo como A2, A3, AK, etc., quando tomamos um raise, podemos esperar situações ruins, com mãos como A36T. Nós ganhamos um pote pequeno ou perdemos um pote grande, o que não é um bom resultado a longo prazo.

Nossa equidade é reduzida em um board TT5 quando nós damos sorte e acertamos nosso full house, pois nosso oponente normalmente acerta um draw para o low e ganha metade do pote de qualquer forma.

Devido ao fato de mãos somente high jogarem mais presas quando batem cartas low, como AKQT em um board T34T6, o que se torna relevante nessas situações é termos posição. Quando estamos à frente, colocamos mais dinheiro no pote, e quando batem cartas assustadoras, poderemos ter uma chance de ganhar cartas gratuitas, onde em outros casos teríamos uma decisão difícil com uma mão low por nosso stack inteiro. Nós podemos também sair da mão sem gastar muito em posição, pois PLO Hi/Lo não é um jogo no qual blefar fora de posição seja uma estratégia muito usada. Normalmente um jogador precisa garantir metade do pote antes de considerar um blefe pela outra metade.

Mãos rundown não são sempre ruins quando são high, mas são perigosas também quando jogadas com cartas low. Alguns artigos de poker sobre PLO Hi/Lo dizem para você jogar "quaisquer 3 cartas wheel pré-flop". Esta é uma estratégia perigosa quando essas 3 cartas wheel não incluem um Ás.

Um bom exemplo disso é 2456. Entramos de limp pré-flop e vemos um flop com vários jogadores que vem 3h7s8h. Nós acertamos o terceiro melhor low, perdendo apenas para A2 e A4 e também temos um draw fraco para o pote high (apesar de parecer um bom draw para um jogador inexperiente). Para garantir a vitória no pote high, temos que acertar um 4, 5 ou 6 que não seja de copas, desde que não dobre nenhuma carta no board, o flush não bata ou que o river traga um straight maior. Voltando novamente ao ponto principal deste artigo, precisamos jogar mãos em que possamos apostar com confiança quando estivermos à frente. Com todas as cartas assustadoras que podem bater, raramente este exemplo será o caso, portanto devemos dar fold pré-flop com esta mão.

Lista final de todas as mãos que são possíveis de se jogar

  • Todos os pares de Ás, exceto trio de Ás com um low pior do que A4.
  • Todos os suited babies, o pior deles sendo A567 com uma carta do mesmo naipe do Ás nas posições finais.
  • Par + mãos para o low. A2 ou A3 com qualquer par. KK, QQ, JJ ou TT com A4 ou algo melhor para o low (inclui 23).
  • Mãos somente high. KKQQ, KKQJ, AKQJ, AQJJ etc. Mãos em que você pode jogar “fit or fold” no flop e o draw de low não vá bater com frequência quando você fizer um straight (T9 na mão precisa de 3 cartas low para fazer um nut straight, portanto é ruim para o high).

A mesma regra se aplica em todos os jogos de poker. A lista é flexível dependendo dos oponentes e da posição. Ser mais tight nas posições iniciais, mais loose nas posições finais e dar raise com mãos mais marginais se os oponentes forem muito tight.

Conclusão

Neste artigo, você aprendeu sobre as categorias de mãos iniciais em PLO Hi/Lo que são possíveis de se jogar e viu quais problemas podem aparecer.

Na parte 3, veremos o jogo no flop e erros baratos cometidos com draws para o low que podem se tornar erros caros no river.

 

Comentários (1)

#1 ERIXSOUSA, 29.04.11 13:15

Gostei deste post, o pouco tempo que tenho, fui jogar um freeroll na pokerstars, entre os 6.000 jogadores fique classificado entre os 72 finalista, até então não tinha jogado PL Omaha e lido pouco sobre estratégia Pl Omaha, lendo este poste me veio um resumo de como eu joguei este freeroll, então estou indo no caminho certo.