Sucesso a longo prazo no Poker Online com estratégias vencedoras – inscreve-te já grátis!

As melhores estratégias Com a estratégia correta, o poker torna-se numa brincadeira. Os nossos autores mostram passo a passo como funciona.

As cabeças mais espertas Aprende em conjunto com os mais bem sucedidos jogadores de poker nos treinos ao vivo e no fórum.

Dinheiro de Poker Grátis A PokerStrategy.com é completamente gratuita. Para além disso espera-te dinheiro de poker grátis.

Já és membro da PokerStrategy.com? Faz o login aqui

EstratégiaFixed Limit

Way Ahead/Way Behind

Definição de “Way Ahead/Way Behind” (Muito à frente/muito atrás)

Uma situação de WA/WB acontece quando sua mão está muito à frente ou muito atrás, mas não se pode identificar qual deles, e tem-se poucos outs para melhorá-la.
A princípio, vou abordar somente situações de heads up (um contra um), em que somente dois jogadores ainda estão na mão no flop e seu oponente toma a iniciativa.

Exemplo padrão:

CO: 26/22/2,5 WTS: 36

Pré-flop: Hero está no BB com A5
CO repica, Hero paga.

Flop: A 4 9

Essa é, de fato, uma situação de way ahead/way behind?!

Sim, pois ou Hero está vencendo seu adversário com seu par de ases, ou seu oponente acertou seu próprio par de ases com um kicker melhor e agora só temos 3 outs contra ele.

Agora, como em todas as mãos, queremos maximizar os lucros e extrair o máximo valor possível dessa mão.

Contra adversários bons, fazer call até o fim é a melhor opção, já que dessa forma perderemos o mínimo. Um fold, contra só um oponente no flop está fora de cogitação.

Mas, e quanto ás mãos piores, aquelas com as quais os adversários têm poucos outs contra nós? O CO poderia ter repicado com diversos pares de mão, ou mãos como QJ, KJ, KQ, QT. Com essas mãos, ele terá que acertar 2 outs contra nosso top pair, ou acertar 2 pares, no turn e river. Em ambos os casos, dificilmente a mão do adversário melhorará. Então, como ganhar mais dinheiro dessas mãos?

A seqüência normal seria: check/raise no flop e apostar no turn. Contra mãos como QJ e KQ, permitimos que o adversário faça o fold de maneira barata. Até pares de mão podem simplesmente seguir pelo mesmo caminho. Diminuiríamos o valor que poderíamos extrair com a abordagem normal.

Nas situações de WA/WB, a linha padrão faz com que ganhemos o mínimo quando estivermos à frente, já que o CO fará o fold facilmente, ou percamos o máximo, caso estejamos muito atrás, devido ao nosso raise no turn.

Devido a isso, essa não pode ser mais a nossa linha padrão.

Uma linha mais passiva é necessária nessa situação. Fazer o check/call nas 3 rodadas é muito mais forte. Isso fará com que percamos o mínimo se estivermos atrás e não permite que os adversários fujam de forma barata. Ao contrário, induz blefes, caso estejamos ganhando.

Mesmo se seu oponente tiver uma mão como KQ e não acertar nada até o river, normalmente tentará apostar mais uma vez, na expectativa que desistamos da nossa mão.

E mais:
Suponha que o adversário pegue uma free card no turn, após nosso check/call no flop. Nesse caso, bastaria que apostássemos no river!




Um Breve Cálculo:

Vamos rever o exemplo anterior:

CO: 26/22/2,5 WTS: 36

Pré-flop: Hero está no BB com A5
CO repica, Hero paga.

Flop: A 4 9

Este cálculo está bastante simplificado, mas ainda mostra a validade dos conceitos.

Linha padrão:

Estamos muito à frente no flop?
Nosso adversário tem uma mão como KQ ou 55.
Nós damos check, ele aposta e nós repicamos. Ele fará o fold de pares de mão baixos e cartas mais baixas que o A que não melhoraram assim que fizermos o check/raise.

Saldo: +0.5 BB



Estamos muito atrás no flop:
Nosso adversário tem uma mão como AK/AQ ou 2 pares.
Nós damos check, ele aposta, nós repicamos, ele fará o call com a intenção de dar raise novamente após apostarmos mais uma vez no turn. Nós apostamos o turn, ele repica, e não podemos mãos fazer o fold de nosso top pair contra somente um adversário, então faremos o call no turn e no river.

Saldo: -4 BB

Linha Para WA/WB:

Estamos muito à frente no flop:
Nosso adversário tem uma mão como KQ ou 55.
Nós damos check, ele aposta e nós pagamos. No turn, damos check, mais uma vez. É difícil dizer o quanto se pode lucrar nessa situação, em média. Alguns oponentes apostariam suas mãos no turn e river. Lucraríamos 2,5 BB contra eles. Outros poderiam apostar o turn e fazer o check behind no river. Deles, lucraríamos 1,5 BB. Outros adversários não apostariam nem no turn, nem no river, e ganharíamos 0,5 BB deles. Em minha opinião, 1 a 1,5 BB é um valor intermediário realista.

Saldo: +1 a 1,5 BB

Estamos muito atrás no flop:
Nosso oponente tem uma mão como AK/AQ ou 2 pares. Nós damos check e, em seguida, pagamos a aposta do adversário em todas as rodadas. Vale ressaltar que não é verdade que o adversário apostará por valor todas as vezes que tiver a melhor mão.

Saldo: -2,5 BB

Como se pode perceber, a linha a ser seguida nessas situações é melhor que a linha padrão. Tanto quando estamos à frente, quanto quando estamos atrás.



Exemplos Posteriores:

1) BB: 30/24/2,4 WTS: 38

Pré-flop: Hero está no CO com A Q
Hero repica, BB 3bets (repica novamente), Hero repica o máximo, BB paga

Flop: K Q 3
BB aposta, Hero...

O fato de ter chegado ao cap (quarta aposta, a máxima) faz-nos considerar. Não queremos desistir de nossa mão nesse ponto. Encontramo-nos em uma situação de way ahead/way behind. Nenhuma overcard (carta mais alta que as do bordo) nos assusta, já que temos o A.

Mas se nosso adversário tiver A ou tiver acertado o rei com AK ou KQ, estamos muito atrás. Se ele somente tiver um par de mão ou Ax, então estamos muito à frente. O plano de ação do Hero deveria ser só pagar as apostas do adversário até o final.

2) SB: 30/24/2,4 WTS: 38

Pré-flop: H está com K Q
Hero repica, SB 3bets, Hero paga

Flop: K 4 9
SB aposta, Hero paga

Turn: A
SB aposta, Hero...

Acertamos nosso par de reis no flop, com um bom kicker. Hero está à frente depois do flop. Ele paga a apsta do flop com a intenção de repicar uma aposta do SB no turn. Mas o A aparece no turn . Não era a carta que o Hero queria ver. Ele está muito à frente ou muito atrás no turn.

Contra um ás, o Hero está muito atrás. Infelizmente, o 3bet do SB pré-flop indica que isso pode ser verdade.
No entanto, não estamos necessariamente atrás!
Estamos à frente de pares de mão, como pares de dez ou de valetes. Também estamos à frente nesses casos, portanto um fold está fora de cogitação.
O Hero não deve efetuar um raise, mas deve pagar até o fim devido à situação de WA/WB.

3) SB: 40/26/2,0 WTS: 39

Pré-flop: Hero está no CO com K J
Hero repica, SB faz o 3bet, Hero paga

Flop: K 8 A
SB aposta, Hero...

Não é o melhor flop possível, depois do 3bet pré-flop. Mas contra esse tipo de adversário não há motivos para desistir de sua mão.
Se o SB tiver acertado seu Ás, estamos muito atrás e teremos que acertar nosso kicker ou outro rei. Um repique seria perigoso em todas as rodadas, já que o SB não terá problema algum em fazer o 3bet com um Ás. E não temos um fold fácil caso isso aconteça. Queremos ir até o showdown!
Novamente, nosso plano é pagar até o fim.

Quando desvio do check/call em todas as rodadas quando estou fora de posição?

Estamos fora de posição: nosso adversário faz check behind no turn ou

Em posição: Nosso adversário faz check no turn.

Queremos nos certificar que pelo menos uma aposta seja feita em cada rodada. Tão logo nosso adversário faça o check behind no turn, apostamos no river. Ainda temos um par e não queremos ver um check nas duas rodadas.

Quando devo considerar um donkbet (apostar depois de o adversário ter tomado a iniciativa pré-flop)?

Informalmente, pode-se dizer:
Quanto mais passivo for o adversário e mais alto for o WTSD, melhor é a linha bet/fold no river.

Induzir um blefe tem pouco valor contra esse tipo de adversário. Na maior parte das vezes, ele fará check behind com pares da mão ou mãos que não melhoraram. Mas ele não pagará nossas apostas. Se ele tiver um ás forte, ele não fará raise no river, afinal ele tem um AF baixo.

A linha bet/call quase nunca é a melhor, pelo seguinte:
Para justificar um bet/call teríamos que enfrentar um adversário que nos pagasse com mãos piores, mas contra um repique dele não teríamos um fold fácil. Ele teria que ter um alto WTSD e, também, um alto AF. Mas induzir um blefe contra esse tipo de adversário tem muito valor. Portanto, o check/call é a melhor linha a ser seguida no river.

Acertei 2 pares fora de posição no turn e um check/call é muito fraco. O que devo fazer?

Fora de posição, check/raise é normalmente a melhor forma de extrair valor de mãos fracas. Também é a melhor forma de extrair mais valor de mãos que antes estavam muito atrás, mas que agora certamente estão muito à frente.

O que está faltando neste artigo?

A que ponto as situações de WA/WB são aplicáveis a mãos contra 2 ou 3 adversários/
Quanto uma free card custa-nos, em média?
Quanto valor nossos outs têm quando estamos muito atrás, a ponto de não termos que desistir de nossa mão numa rodada adiantada?
Como jogar quando se está muito atrás, mas tem-se a sensação de que o adversário está numa situação de WA/WB?

Esses pontos serão abordados em outro artigo, “Way Ahead/Way Behind Avançado”, ou então posteriormente adicionados a este

 

Não estás a ver o artigo na totalidade...

Com a inscrição gratuita na PokerStrategy.com, receberás dinheiro de poker grátis para jogar poker e deste modo poder aceder a centenas de artigos de estratégia tais como estes - e claro vídeos de poker, sessões de treino ao vivo e fóruns de estratégia. Inscreve-te já gratuitamente e começa a jogar para poderes beneficiar das nossa ofertas.

Inscreve-te agora

Comentários (3)

#1 SauloFRoes, 15.09.08 21:12

MUITO BOM MESMO!! TA VALENDO MUITO

#2 GOBBATO, 29.08.09 19:50

é bem frustrante estar em BB A:s:5:h:, e levar no meio do 'zóio', com Call/raise, até river, e dar de kara com AQ ou AK. que meda.

#3 pporsche, 22.01.11 14:36

#All<br /> Obrigado a todos pelo feedback.<br /> Usem também o fórum para colocar questões.<br /> <br /> Abraço,<br /> Paulo "pporsche" Moreira