Sucesso a longo prazo no Poker Online com estratégias vencedoras – inscreve-te já grátis!

As melhores estratégias Com a estratégia correta, o poker torna-se numa brincadeira. Os nossos autores mostram passo a passo como funciona.

As cabeças mais espertas Aprende em conjunto com os mais bem sucedidos jogadores de poker nos treinos ao vivo e no fórum.

Dinheiro de Poker Grátis A PokerStrategy.com é completamente gratuita. Para além disso espera-te dinheiro de poker grátis.

Já és membro da PokerStrategy.com? Faz o login aqui

EstratégiaNo Limit (BSS)

Short-handed: Noções básicas no pré-flop

Introdução

Neste artigo:

  • Pontos fortes e fracos de uma tabela de open raise
  • Quando é que te deves afastar dos leques de mãos indicados
  • Quando é que deves fazer 3-bets e como é que deves jogar contra adversários que fazem 3-bets

Neste artigo, vais adquirir alguns conceitos básicos e importantes acerca do jogo antes do flop, com 6 ou menos jogadores. A dinâmica do jogo short-handed é fundamentalmente diferente do jogo full ring. O objectivo é de perceberes as diferenças no pré-flop e de as pores em prática.

Com a ajuda desta tabela de open raise e da análise das mãos seleccionadas, irás aprender como ajustar os teus leques de mãos de maneira a encontrar uma forma lucrativa de jogares short-handed.

Finalmente, irás aprender alguns conceitos básicos em relação ao teu comportamento, no que toca a potes 3-bet.

Porquê usares uma tabela de open raise (ORC)?

Os argumentos gerais a favor e contra as tabelas já foram bastante discutidos noutros artigos e, como tal, não serão abordados aqui. Iremos concentrar-nos em introduzir a ORC para No Limit short-handed, assim como os seus pontos fortes e fracos.

A tabela é um começo através do qual podes desenvolver o teu jogo. Deste modo é meramente uma ferramenta para ajudar jogadores inexperientes no começo.

À medida que ficas mais experiente e à medida que analisas mais situações individuais, mais o teu jogo se vai desenvolver em função do teu próprio estilo. Uma tabela nunca é a solução perfeita, pois as situações ideais no poker estão bem acima das regras gerais.

O objectivo da tabela é guiar-te através das tuas primeiras mãos e de te fornecer uma visão geral sólida do jogo. Para começar sugerimos que sigas a tabela cuidadosamente, mas atenção: quanto mais experiente te tornares, mais vezes vezes te vais encontrar em situações nas quais o jogo do melhor EV não será o mesmo da tabela.

A ORC

Tabela short-handed standard:

  UTG
MP
CO
BU
SB
Pares de mão
22+
22+
22+ 22+
22+
AX
AJo+
ATs+
AT+ A9o+
A6s+
A2+
ATo+
A6s+
Kx
KQ+
KJ+
K9+
K8o+
K7s+
K9+
Qx
- - Q9o+
Q9s+
Q8o+
Q7s+
Q9+
Jx
- - J9+
J8o+
J7s+
J9o+
J8s+
Connectors
- - 78o+
56s+
45+
67s+
One-gappers
- - T8s+ 79+
-

Tabela short-handed máxima:

  UTG
MP
CO
BU
SB
Pares de mão 22+
 22+ 22+ 22+
22+
AX
AT+ A9+
A2+
A2+
A2+
Kx
KJ+
KJ+
K8o+
K7s+
K2+
K8o+
K7s+
Qx
- QJo+
QTs+
Q8o+
Q7s+
Q8o+
Q2s+
Q8o+
Q7s+
Jx
- - J8o+
J7s+
J8o+
J5s+
J8o+
J7s+
Connectors
56s+ 56s+
45+
45+
45+
One-gappers
- -
79+
79+
79+

Tabela short-handed mínima:

  UTG
MP
CO
BU
SB
Pares de mão 66+
66+
22+ 22+
22+
AX
AQ+
AJs+
AJ+
A9o+
A7s+
A9o+
A2s+
AT+
Kx
-
KQ+
K9+
K9o+
K8s+
KT+
Qx
- -
QTo+
Q9s+
Q9o+
Q8s+
QT+
Jx
- - J9+
J8o+
J7s+
JT+
Connectors
- -
T9s+
45+
-
One-gappers
- -
T8s+
79+
-

A tabela em PDF

Como usar a ORC

Há três leques de mãos diferentes: o leque de mãos standard, o leque de mãos loose e o leque de mãos tight. Terás que decidir por ti mesmo se queres fazer raise de forma loose, tight ou apenas a quantia média em qualquer situação que apareça.

Deves usar o respectivo leque de mãos para fazer open raising dependendo do que achas da tua mesa. Numa mesa muito loose, deves jogar de forma tight e, numa mesa tight, deves jogar open loose. Deste modo, não estarás a dar a perceber o teu jogo depois de limpers ou open raises.

Assim que tiveres escolhido o leque de mãos, a acção seguinte é bastante simples: Fazes raise com as mãos que tens que aparecem listadas na tabela, e fazes fold com todas as outras. O tamanho do teu raise  deve ser 4BBs no início; alternativamente, também podes apenas fazer raise com 3BBs quando estás no botão .

Algumas explicações quanto aos leques de mãos 

O leque de mãos na tabela standard deve corresponder à mesa de poker standard. Encontrarás uma boa mistura de mãos por valor e de mãos enganadoras, as quais lucram principalmente da iniciativa e posição. Deves escolher este leque de mãos quando:

  • já não consegues ler mais os teus oponentes
  • não há razões para um raise mais loose ou para um raise mais tight (por exemplo, o número médio de jogadores atrás de ti)
  • há um número igual de boas razões para fazeres um raise loose ou tight (por exemplo, TAG muito tight assim como TAG/LAG muito loose nas blinds)

Deves desviar-te do leque de mãos standard pelas seguintes razões:

Raises mais loose:

  • Os teus oponentes são muito tight e fazem muitas vezes fold no pré e no pós-flop.
  • Os teus oponentes são jogadores muito fracos e permitem-te tirar-lhes muito dinheiro no pós-flop. Ao mesmo tempo, eles têm a capacidade de fazer fold.
  • Razões de curto prazo (forma de jogo muito tight nas mãos mais recentes, imagem tight).

Raises mais tight:

  • Os teus oponentes estão a jogar contra ti de forma agressiva.
  • Estão sentados Shortstacks loose nas blinds.
  • Razões de curto prazo, tais como perda de imagem (acabaste de perder um pote/revelaste um bluff e perdeste a imagem tight).

Está claro que não é uma lista completa de todas as possíveis razões pelas quais te deves desviar do leque de mãos  standard. Terás que ir ganhando um sexto sentido para isto com o passar do tempo. Há outras situações especificas nas quais deves ajustar os teus leques de mãos, tais como:

Calling stations muito fracos nas blinds:

  • Não será proveitoso fazer roubo com lixo de qualquer maneira. Ao mesmo tempo, mãos para valor são muito mais lucrativas.

Jogadores que fazem muitos cold calls a mãos de força média:

  • De forma a evitares ser dominado aqui, será útil fazeres raises com mãos mais enganadoras com pares limpos do que mãos de valor duvidoso.

Muitos jogadores razoáveis e relativamente tight:

  • Neste caso será melhor fazeres raise com mãos enganadoras logo no início do jogo.

Como agora podes ver, esta tabela não especifica de modo algum o leque de mãos perfeito para ti numa dada situação específica. Como já foi antes mencionado, isto é apenas uma instrução.

Os limpers

Não há tabela para este caso. Tal como no full ring, as situações aqui são demasiado diversas para se poder lidar com elas de maneira conclusiva numa tabela. Terás que decidir, usando critérios similares aos roubo de blinds, se compensa tentares ficar com o dead money ou não.

Há jogadores contra os quais podes fazer raise quase tantas vezes como contra as blinds e há jogadores contra os quais isto seria altamente desvantajoso. Como regra geral, deves questionar-te sobre alguns aspectos (similares aos que te questionarias se estivesses a fazer um roubo de blinds):

  • Será que a tua mão é mais forte do que o leque de mãos do limper?
  • Será que o limper vai fazer fold muitas vezes depois de um raise?
  • Será que terás muitas situações heads-up com o limper (considera também as blinds aqui) e será que ele consegue fazer fold pós-flop?
  • Será que o tamanho efectivo da stack é suficiente para jogadas pós-flop? Será que consegues fazer uma continuation bet?

Com base nas respostas a estas questões tens que te decidir se vais usar o raise ou não.

As 3-Bets

Em primeiro lugar, um conselho importante: Não mudes a tua forma de fazer 3-bets de forma demasiado abrupta. Deves ir-te acostumando de forma lenta às novas dinâmicas de fazer 3-bets. Põe as sugestões aqui dadas em prática, uma a uma. Deste modo conseguirás evitar grandes perdas devido à tua inexperiência.

Esta secção vai abordar a maneira como deves jogar contra bons jogadores que pensam no que estão a fazer. Deve ser já óbvio para ti que quando jogas contra jogadores muito fracos, não precisas de dar muita atenção à amplitude do teu leque de mãos numa dada situação. Isto está implícito e não será mencionado de novo.

Nenhum tabela pode ser designada para as 3-bets em jogos shorthanded, devido à grande dinâmica do jogo. Neste caso, é extremamente importante saber avaliar correctamente se a mão da situação actual permite um re-raise. Em geral terás que distinguir entre os diferentes objectivos das tuas 3-bets.

3–Bets por valor:

  • Tens a melhor mão e esperas calls ou 4-bets de mãos mais fracas.

3-Bets enganadoras:

A tua mão não é a melhor, mas o teu valor esperado (EV) é posítivo, devido a:

  • fold de mãos mais fortes.
  • ganho de potes maiores quando acertas.
  • aumento do teu leque de mãos de 3-bets (isto apenas terá um efeito no futuro).

Para jogadores uma 3-bet por valor, a tua mão deve ser melhor do que o leque de mãos com que o teu adversário está provavelmente a jogar. Sempre podes fazer 3-bets com QQ+, AK (mas nem sempre precisas de fazer isto!) ou até mesmo TT, JJ ou AQ.

Além do mais, deves saber como reagir a uma 4-bet ou a um call, se quiseres fazer uma 3-bet por valor. É bastante provável que faças uma 3-bet por valor com uma mão com a qual farias fold contra uma 4-bet. E isso é quando esperas que o teu oponente faça call à tua 3-bet com um leque de mãos contra o qual tu estás à frente, mas ele faz uma 4-bet com um leque de mãos contra o qual não consegues ir all-in de forma lucrativa.

Também é possível fazeres uma 3-bet com um leque de mãos mais largo, por valor, contra oponentes loose. Terás que decidir isso por ti próprio.

Todas as 3-bets que não pertencem à categoria das 3-bets por valor servem vários propósitos. Por exemplo, podem servir para expandires o teu leque de mãos de 3-bets. Não será tão fácil fazerem-te  leituras. Como resultado, os jogadores que pensam terão mais trabalho a jogar contra ti. Os teus leque de mãos não serão tão facilmente revelados. Deste modo, conseguirás levar mais dinheiro para o pote quando tiveres uma mão forte.

Leques de mãos para 3-bets enganadoras

Resta agora definir um leque de mãos aceitável para 3-bets enganadoras. As mãos adequadas são as que não são dominadas no caso de um call e que têm um grande potencial de serem uma mão com a qual jogarias para toda a stack. Alguns exemplos são:

Suited Connectors

  • Sequências e flushes, assim como alguns combo draws que terão equity suficiente para um all-in num pot 3-bet.

Pares de mão pequenos 

  • Trios

Até certo ponto, Áses suited (wheels) também se qualificam. Similares aos suited connectors, há aqui outra razão para uma 3-bet:

  • Com um de 4 Áses, seguras uma carta que faz com que AA, AK, AQ sejam menos possíveis.

Uma razão contra:

  • Se o teu oponente de facto segurar um Ás, serás dominado com bastante frequência.

Todas as mãos que não pertencem a estas categorias estão menos qualificadas para serem 3-bets. As mãos com as quais és dominado são particularmente problemáticas. Uma situação similar a um pote em que houve raises podia ocorrer num pote de 3-bets em que acabas com um 3-outer e top pair que não poderás largar devido ao pote maior.

Agora já tens uma primeira noção de como podes fazer 3-bets para além de 3-bets por valor. De seguida, teremos de clarificar quando e contra quem é que isto faz algum sentido. As 3-bets enganadoras são algo parecido com um semi-bluff antes do flop. As condições para os respectivos ganhos são comparáveis. Uma parte provém da fold equity, a outra parte de potes que ganhas no showdown.

Em geral não deves jogar demasiados semi-bluffs no pré-flop. Isso apenas te levaria a não receber mais crédito, coisa que não é o teu intento no início. Uma mistura saudável de 3-bets por valor e de semi-bluffs irá garantir que não é fácil fazerem-te leituras  e, ao mesmo tempo, não te serão feitos re-bluffs com grande frequência.

No início deves jogar sempre 3-bets por valor. Há situações específicas em que um call com uma mão por valor terá mais EV, mas isso é teoria avançada e como tal não será discutido aqui.

Vários factores vão ser preponderantes para o facto de jogares ou não uma 3-bet enganadora. Alguns deles serão aqui apresentados, assim como o seu efeito no teu processo de decisão. Mas de novo, a decisão é tua...

As qualidades dos teus oponentes terão os seguintes efeitos:

O teu oponente faz muitas vezes fold a 3-bets:

  • Faz mais semi-bluffs através de 3-bets.

O teu oponente faz muitas 4-bets a 3-bets:

  • Menos semi-bluffs, joga menos 3-bet/fold, mas mais 3-bet/all-in.

O teu oponente faz muitos calls a 3-bets:

  • Menos semi-bluffs e mais 3-bets por valor.

A tua imagem terá os seguintes efeitos:

Imagem tight

  • Mais semi-bluffs, pois a tua fold equity é maior com uma imagem tight.

Imagem loose

  • Menos semi-bluffs e mais 3-bets por valor, pois os teus oponentes estão a fazer menos folds.

Um leque de mãos por valor no pré-flop costuma variar entre 3 e 4,5%. Se jogares aproximadamente tantos semi-bluffs como 3-bets por valor, então em geral esta será uma boa mistura.

Algumas particularidades quando jogas fora de posição

Até agora as coisas só foram discutidas de forma geral, mas de seguida discutiremos em detalhe as dinâmicas do jogo fora de posição. Quando estás fora de posição, deves ter em conta a desvantagem da posição. A probabilidade de que o Vilão faça call costuma ser mais do que quando estás em posição.

Isto tem lógica, pois o teu oponente terá posição sobre ti depois do flop. Deves estar sempre ciente disto quando fazes 3-bets fora de posição. Também convém decidires com antecedência quais as mesas em que vais fazer contibets, se é que o vais fazer.

Ao mesmo tempo terás que considerar a fold equity pré-flop. Caso chegues à conclusão de que nem o teu bluff pré-flop e nem o teu bluff pós-flop terão sucesso suficientes vezes, então não os faças. Nesses caso não terás outra escolha senão jogar por valor.

Também terás que prestar atenção à tua mistura, numa defesa de blinds. Se apenas fazes 3-bets por valor, não terás lucro. Se fizeres demasiados bluffs, então a longo prazo encontrar-te-ás demasiadas vezes em situações desvantajosas contra melhores jogadores. Então, ou encontras problemas depois do flop fora de posição, ou terás que fazer demasiadas vezes fold no pré-flop contra 4-bets.

Como é que deves jogar contra 3-bets?

Agora já sabes jogar com 3-bets. Só falta saberes como reagir a 3-bets feitas pelos teus oponentes. Em primeiro lugar, como sempre, deves identificar o leque de mãos contra o qual jogas, e só depois é que tomas a tua decisão.

Qualquer informação disponível pode ajudar-te a identificar o leque de mãos. Por exemplo, as estatísticas exactas, que serão relevantes para um certo tamanho da amostra, irão ajudar tanto quanto a impressão em geral do jogador:

Qual o leque de mãos que esperas de alguém com qualidades específicas?

Assim que tiveres identificado aproximadamente o leque de mãos, terás que descobrir como é que o adversário poderá reagir a uma possível acção tua e qual parte do seu leque de mãos é que ele irá usar. Também é importante considerares o leque de mãos que ele te irá dar para a tua acção em particular.

Como é natural, não conseguirás identificar o leque de mãos aqui em termos de leques de mãos exactos, mas sim em termos de proporção de semi-bluffs (pares de mão, connectors, etc.) e de valor de mãos (Ases grandes, pares grandes).

E depois, claro, terás de novo três opções: raise, call ou fold.

No que toca a todas as tuas acções contra 3-bets, é evidente que a seguinte regra se aplica: não deves ser polarizador. Se estás a fazer 4-bets com mãos fortes, então deves fazer de vez em quando bluffs com 4-bets (desde que o teu oponente seja capaz de fazer fold). Se estás a fazer call a mãos de média força, então também o deves fazer a mãos fracas e a monsters de vez em quando.

4-Bets

Existem razões similares a favor de uma 4-bet depois de uma 3-bet assim como para uma 3-bet. Ou tens uma mão forte e fazes uma 4-bet com o intuito de ires all-in, ou queres forçar o teu adversário a fazer fold.

Razões a favor da 4-bet com uma mão forte:

  • Para equilibrares os teus bluffs com 4-bets.
  • A suposição de que o teu oponente vai all-in com muitas mãos com as quais ele está a fazer 3-bets.
  • A prevenção dos teus próprios erros no flop.

Razões a favor da 4-bet como um bluff:

  • O teu oponente acredita que tens um leque de mãos de 4-bets forte e assim irá desistir de muitas mãos. Naturalmente, ele irá necessitar de um dos seus leques de mãos de 3-bet algo loose.

Factores a ter em conta quando tomas a tua decisão:

  • O teu oponente (quão loose é que ele irá all-in?)
  • A tua imagem, especialmente pré-flop (muitas/poucas 3-bets/4-bets)    

As mãos qualificadas para um bluff são: Por um lado, aquelas com as quais o teu oponente iria all-in e que fazem com que a probabilidade que ele teria de as ter na mão seja menor (por exemplo, Ax reduz a probabilidade de sair AA em 50% e a probabilidade de AK ou AQ em 25% cada uma). Por outro lado há aquelas mãos com as quais podes fazer fold a um all-in com confiança.

Um valor de referência de 2,5 vezes a 3-bet provou ser um bom tamanho de uma 4-bet. Deves começar com isso.

O call à 3-bet

A expectativa de ganhares mais dinheiro no pote do teu oponente no pós-flop do que ganharias no pré-flop reforça o call à 3-bet com uma mão forte. Este pode ser o caso quando a fold equity para uma 4-bet é demasiado alta, mas também quando o teu oponente gosta de fazer bluff depois do flop.

Repara no seguinte exemplo:

Tu está em UTG e fazes um raise de 4BBs. A SB faz uma 3-bet, depois de vários folds, para 14BBs, a BB faz fold. Se fosses fazer uma 4-bet agora, estarias a gerar frequentemente uma fold equity enorme. Se apenas fizesses call, conseguirias manter de forma frequente as mãos no pote que noutro caso fariam fold pré-flop e que perderiam muito dinheiro pós-flop fora de posição. Se tiveres agora uma mão por valor, então o call é melhor do que uma 4-bet.

A expectativa de ganhares o pote não melhorado, assim como de receberes um pagamento no caso de acertares reforça um call com uma mão mais fraca. No entanto, na maioria dos casos um call faria mais sentido quando em posição.

As razões para isso poderiam ser:

  • O teu oponente faz muitos bluffs pré-flop e assim não tem um leque de mãos forte.
  • A tua imagem revela uma mão muito forte; o teu oponente não está a fazer um bluff muito forte.
  • Já conheces o teu oponente suficientemente bem para conseguires julgar o seu comportamento multibarrel.

As razões contra isto poderiam ser:

  • O teu oponente não te dá muito crédito.
  • O teu oponente costuma fazer muitos bluffs no pós-flop.
  • O teu oponente está muito vinculado ao showdown.
  • O teu oponente raramente faz 3-bets, logo tem um leque de mãos forte.

Este tópico, também, é apenas discutido superficialmente e não será estudado em detalhe

 

Comentários (16)

#1 rbrendolin, 23.07.10 17:41

Muito Bom.

#2 jandsonpower, 19.08.10 16:21

Mais um, agora é o proximo.

#3 zazazone, 18.09.10 16:31

Óptimo ! Deu uma grande ajuda

#4 engcouto, 30.09.10 12:56

Resumindo:<br /> <br /> se eu achar que meu oponente fara call, devo fazer 3 ou 4 bets com mãos fortes.<br /> <br /> se eu achar que meu oponente fara re-raise, devo fazer 3 ou 4 bets com mãos fortes. e ir all in quando vinher o re-raise.<br /> <br /> se eu achar que meu oponente fara fold, posso fazer 3 ou 4 bets com mãos mais marginais.<br /> <br /> e de vez em quando me faço de tolo jogando fora disso para não identificarem minha tecnica, é isso?

#5 jandsonpower, 20.12.10 18:45

Done :D Lets to next 20/12/2010<br /> <br /> Vou terminar todos* os artigos Prata em 15 dias :)<br /> <br /> *exceto os HU.

#6 djustino, 20.01.11 15:31

nice

#7 pporsche, 22.01.11 15:14

#4<br /> é tudo uma questão de adaptação ;)<br /> <br /> #All<br /> Obrigado a todos pelo feedback.<br /> Usem também o fórum para colocar questões.<br /> <br /> Abraço,<br /> Paulo "pporsche" Moreira

#8 GOBBATO, 23.06.11 18:52

Ótimo artigo do hasenbraten,<br /> mas a iniciação à tabela ORC, é melhor ainda principalmente depois que vc cria o teu estilo...<br /> vlw. muito.

#9 willthewell, 14.07.11 15:19

eu tava jogando sem tabela pq nao era prata ainda <br /> agora vim ver e descobri q meu range extremamente proximo da tabela std

#10 MancaMulas, 14.12.11 10:52

ok

#11 PASTERTEK, 17.04.12 10:35

"Como é que deves jogar contra 3-bets?<br /> <br /> Agora já sabes jogar contra 3-bets. Só falta saberes como reagir a 3-bets feitas pelas teus oponentes.."<br /> <br /> Deveria ser : "Agora já sabes dar 3-bets. Só falta saberes como reagir a 3-bets feitas pelas teus oponentes.."<br /> <br /> Optimo artigo.

#12 pporsche, 07.05.12 14:59

#11<br /> Bem visto...<br /> Alterado! Obrigado ;)

#13 Vyller94, 28.08.13 18:35

Não consigo abrir a tabela em pdf.

#14 asena, 06.10.13 22:00

O que significa ORC?

#15 paulosouza90, 19.12.13 17:33

#14 Significa "Open Raise Chart". é a tabela ae

#16 ojogojogado, 01.03.15 22:04

muito bom parabens