Crónica da Alexa: Tudo sobre o Coaching no Poker

Hoje trazemos a primeira crónica da Alexa25, onde ela fala sobre o coaching no poker, a sua importância e o que considerar na hora em que decidimos contratar um treinador.

Todos os dias tenho lido posts em diversos fóruns ou recebido e-mails com perguntas sobre o coaching. Isso fez-me perceber que havia uma grande procura de informação sobre este assunto e por consequente senti a necessidade de escrever um artigo que pudesse ajudar as pessoas no geral a verem algumas das suas questões e dúvidas respondidas.

Se, após a leitura deste artigo, ainda houver dúvidas específicas coloquem as vossas questões no tópico de feedback e terei todo o gosto em esclarecer.

O que é o coaching?

O coaching no poker é um acordo pré-definido entre o coach (profissional/treinador/professor) e o coachee (cliente/aluno) que tem por objetivo desenvolver os conhecimentos e as capacidades do aluno em questão.

Quais os objetivos do coaching?

O coaching deve ajudar o aluno a realizar os seus objetivos e para isso será necessário fazer uma avaliação e análise das competências já possuídas pelo aluno e entender quais são aquelas que necessita adquirir. Reconhecer os pontos fracos, as suas dificuldades e saber como superá-las.

É um processo de orientação que é dado ao longo dum conjunto de sessões no qual o coach vai implementando novas estratégias, mantém a motivação do seu aluno, incentiva-o no seu crescimento e no aumento das suas capacidades.

Ajuda também aumentar a produtividade, identificar os bloqueios e a removê-los. Melhora o seu mental game e outras quantas acções que visem a melhorar a performance do atleta/aluno.

Qual a importância do coaching no poker?

Considero o poker como um desporto mental e como qualquer desporto praticado em ambiente competitivo há sempre a necessidade de haver um atleta e um treinador.

Se olharmos à nossa volta é fácil perceber que todos os grandes atletas em qualquer modalidade são todos treinados por um ou vários coaches, seja futebol, basquetebol, andebol, voleibol, etc.

Ora qualquer jogador de poker iniciante tem no geral por hábito estudar as regras básicas e ler alguns artigos, e passado pouco tempo pensa logo que domina esta modalidade como se ele fosse o Cristiano Ronaldo ou um Messi do poker. Mas vamos ser realistas, lá por dar uns toques não significa que vai fazer um "show de bola" certo?

A maioria das pessoas pretende ganhar sem estudar ou trabalhar muito fora das mesas. Meus amigos, isso é pura imaginação! É preciso entender que há muito trabalho por trás do sucesso. É necessário uma  série de fatores para atingi-lo e ter um coach é um deles!

Porquê contratar um coach?

Chega-se a um certo ponto em que a pergunta surge naturalmente nas nossas mentes. Será que vou ser capaz de continuar sozinho? Será que está na altura de procurar a ajuda de um profissional, de alguém mais experiente?

A minha opinião muito sincera sobre este assunto é a seguinte: Todo o jogador precisa de orientação e treino para chegar à competição e ter a melhor performance possível. Não há como contornar, ou passar por cima, é um facto! E quanto mais cedo for entendido mais rápido vão chegar onde querem chegar.

Pensem um pouco... se em todas as profissões, ou quase todas, é preciso tirar um curso, ir à faculdade, ou seja, estudar, porque é que no poker seria diferente? A resposta é bem simples: Não é!

Todos sabemos o quão competitivo é este meio, a dificuldade de superar os adversários e situações que aparecem constantemente à nossa frente. Penso que sem ajuda torna-se bastante complicado conseguir contornar essas mesmas dificuldades e construir uma carreira de sucesso.

Penso que neste sentido, contratar um coach é sem dúvida uma forma mais rápida de atingir os nossos objetivos e vai aumentar imenso as hipóteses de ser bem-sucedido como jogador.

Há que pensar nisto como um investimento na vossa educação e isso terá um retorno no futuro. Portanto, é como quem investe num curso da faculdade, por exemplo. Além do mais, tudo o que será aprendido e melhorado vai dar um avanço significativo sobre a concorrência e afinal não é isto que todos nós procuramos? Estar um passo à frente dos outros? Ir corrigindo as nossas fraquezas, melhorar a nossa estratégia e vencer os adversários?

Como encontrar um coach? Como abordar e o que fazer de seguida? 

Escolher um coach é uma decisão muito importante na carreira dum jogador e não deve ser feita de ânimo leve. Requer calma e ponderação na hora de escolher quem vai ser aquele que nos vai ensinar e orientar no nosso percurso enquanto jogador. 

Por isso, é preciso pesquisar por um treinador que jogue, ou já tenha tido bastante experiência, no mesmo formato (pesquisar na PokerStrategy.com, o meu blog, outros sites ou até através do feedback de amigos) e que seja claramente ganhador (ver SharkScope p. ex.). 

Para entrar em contacto com o coach aconselho a mandarem e-mail e fazer uma introdução sobre a vossa pessoa e percurso como jogadores. Devem também mencionar as falhas que acham ter, problemas em perceber certos conceitos ou situações, etc. Desta forma o coach vai poder traçar um perfil do possível futuro aluno para que possa saber melhor o que fazer, como ajudá-lo.

Façam também algumas perguntas sobre o seu percurso. Saber mais sobre ele e também sobre o que acham que ele poderá oferecer como treinador (além de passar a experiência, que tipo de aulas, teoria e afins que pretende transmitir-te...) e os preços das respectivas aulas (por hora, em pacotes ou em deals de percentagens sobre ganhos). 

Às vezes alguma dessas informações já estão mencionadas nos seus sites/blogs e portante já vos vai poupar algum trabalho. A realidade é esta: Pensem nisto como uma entrevista de trabalho. Estão a ver qual é o candidato mais adequado para o posto em questão. Pode parecer meio ridículo mas na verdade a vossa preocupação é garantir que terão a pessoa adequada e que valha o dinheiro investido.

Qual será o treinador mais adequado para mim?

Queres um treinador organizado, comunicador, que tenha facilidade em transmitir uma ideia ou conceito. Que seja atencioso e disponível para responder a dúvidas fora das aulas. Que saiba diversificar as aulas e esteja receptivo a novas ideias e sugestões. Alguém que jogue acima de ti pois assim quando subires nas stakes terás continuação no processo de aprendizagem.

Há que realçar que ser coach não é para todos. É outro tipo de profissão que requer uma série de aptidões específicas para ensinar e nem todos os que se propõem a fazê-lo têm essas capacidades. Fazer as tais perguntas no início vai ajudar um pouco a filtrar algumas pessoas que podem não ser as mais adequadas para ensinar e ajudar a não investir no treinador errado!

Como são as aulas e qual é o preço?

As aulas costumam ser online e ao vivo, embora hoje em dia seja muito mais online porque ao vivo há sempre mais gastos de deslocações e o preço das aulas também costumam ser mais caro. Mas creio que acaba sempre por ser uma opção muito pessoal, portanto é avaliar aquilo que convém melhor.

Online as aulas são feitas em chamada por norma através de Skype e do TeamViewer. As mesmas têm duração de 1h a 1h30 mas podem durar mais mediante acordo entre ambas as partes.

Há vários tipos de aulas, diferentes ferramentas e técnicas de ensino a usar, sendo que essas aulas acabam por ser diferentes de pessoa para pessoa, mas, no geral, costumam ser reviews de Hand History onde o coach vai procurando por falhas e vai corrigindo erros cometidos ao longo das mãos que foram jogadas. 

O preço varia conforme a experiência como treinador e enquanto jogador. Portanto podemos falar em média entre $30 ou $200 por hora. Há uns que cobram mais, mas é preciso entender que quanto mais conhecido o treinador é, mais caro será contratá-lo. O seu tempo é valioso e tem que valer a pena ele estar fora das mesas ensinando outros a serem também ganhadores no mesmo formato que ele. 

Fica a dica que é difícil encontrar treinadores de micro stakes, mas de low stakes já há bastantes. Por isso volto a dizer, embora ache que nunca seja demais, façam a vossa parte, pesquisem e façam uma boa escolha. O vosso destino e percurso como jogadores depende disso!

Por Alexa25

Entrevista com a Alexa25 | Visita o blog da Alexa25 | Alexa25 no Facebook

Compartilhe esta página

Comentários (14)

inverter ordem
  • SkyWalker970

    #1

    "Always two there are, a master and an apprentice."
  • thegreatmazinga

    #2

    Interessante e um bom tópico de discussão, especialmente a parte de selcionar um coach. Os resultados devem ser apenas um critério importante na avaliação de um treinador, entre muitos outros que devem ser ponderados.
  • diaxpt

    #3

    Mais um artigo de boa qualidade por parte da autora. De leitura objectiva e adequada na argumentação sobre o tema.
    E tal como foi dito volto a frisar que nem todos têm apetência para se tornarem um coach, pois, embora possam ter resultados positivos, transmitir conhecimento se requer qualidades pedagógicas.
  • HelderR

    #4

    Excelente Artigo, muito claro, e muito esclarecedor.

    A forma como organizas por tópicos, a importância que cada item tem e a forma como esclareces cada um desses tópicos está excelente.

    Parabéns e espero que publiques mais e com mais frequência ;)
  • Alexa25

    #5

    SkyWalker970: "Ensinar não é transferir conhecimento mas criar as possibilidades para a sua produção ou a sua construção. Quem ensina aprende ao ensinar e quem aprende ensina ao aprender"

    thegreatmazinga: Obrigada!

    diaxpt: Thanks! Concordo plenamente :)
  • Alexa25

    #6

    HelderR: Obrigada pelo Feedback! Espero que continues a seguir!
  • DANIELDN9

    #7

    esta muito claro este artigo como num desporto ha sempre um treinador futebol atletismo natação etc..sozinho e muito dificil um atleta atingir grande resultados...bjs
  • ThePred4tor

    #8

    Mt bom Alexa, não se podia esperar outra coisa :)
  • Torcato

    #9

    Realmente muito bom, sem dúvida!
  • Agosfc

    #10

    Eu sei que preciso de um coach urgente para os sit and go, meu jogo está estagnado, sempre acabo jogando do mesmo jeito e fazendo uma ou outra bobagem que atrapalha meu ROI. Mesmo fazendo várias FTs nos 45 man micro limits não têm sido nada fantástico. A banca sobe e desce e nao vai a lugar algum. O problema é o preço do coach, com certeza é um ótimo investimento.
  • paulagamboaRNMD

    #11

    Mais um artigo de excelente qualidade.
    O poker, sobretudo online, a meu ver tornou-se um verdadeiro organismo em mutação. E essas mudanças requerem uma reciclagem constante, e torna-se muito dificil acompanhar sem uma ajuda muito importante além dos livros e dos videos, a Alexandra disse e bem " Todo o jogador precisa de orientação e treino para chegar à competição e ter a melhor performance possível" investir num coach penso que seja um dos passos principais para um melhoramento de jogo e ganhos :)
    Continuação de bom trabalho.
  • Alexa25

    #12

    DanielDN9: ty.. fico contente por ter sido do seu agrado! :)

    ThePred4tor: thank you sir!:P

    Torcato: Obrigada! Espero que continue a a ficar atento ao "meu cantinho" e ler as cronicas!! ;)

    Agosfc: se tem dúvidas sobre como poderia melhorar o seu jogo e preços etc.. basta aceder aos links mencionados no fim do artigo e entrar em contacto comigo!
    Cumps!

    PaulaGamboa: Fico contente pelo meu conteudo ter ido ao encontro dos teus pensamentos sobre esta matéria... Obrigada por comentar e pelo apoio! GL nas mesas!!
  • Agosfc

    #13

    Oi Alexa, ja sigo teu blog e face, sou o Francisco Agostini, já deve ter me percebido por lá ( espero) llll assim que der entro em contato, obrigado pelo feedback.
  • Factcont05

    #14

    Interessante, mas discordo da essência do texto, tem exs dentro e fora do poker de muito sucesso, não é 100% necessário mas para 95% é necessário.