Crónica de um charuto apaixonado em verso forçado (até no título)

    • nuno21nt
      nuno21nt
      Bronze
      Inscrição: 06-28-2009 Posts: 18.069
      Esta é a história da cigarrilha Tina
      alguém por quem fiquei apaixonado
      desde o momento que lhe vi a nicotina
      espreitar por entre o papel mal enrolado.
      Um amigo Cubano, sempre muito astuto,
      que só não foi bafejado pelo Fidel porque não calhou,
      disse que de cigarrilhas eu não percebia um charuto:
      “Precisas de óculos. A Tina já toda a gente fumou.”.
      Não liguei e imbuído pelo espírito de Baco
      iniciei prontamente minha investida,
      não haveria no mundo lei anti-tabaco
      que nessa noite a impedisse de em cima de mim estar despida.
      Saquei da minha tirada de garanhão
      que sempre me garante um serão activo:
      - Vamos juntos provocar cancro do pulmão
      a um qualquer fumador compulsivo?
      Da blusa tirei-lhe as alças,
      Ela de mim tirou a camisa.
      Disse-me quando tirei as calças:
      “Não és um charuto, és a torre de Pisa”.
      Apesar de impressionada com minha maleita
      do elogio fez-se tábua rasa,
      Ah meu Deus…teria sido a noite perfeita
      se o Benfica* não jogasse em casa.

      Original aqui: http://maildeumlouco.blogspot.com/

      *Nota aos brasileiros: Benfica é uma equipa que joga de vermelho. Acho que dá para perceber a piada só com esta explicação.
  • 2 respostas