Isto sim é dar o corpo ao manifesto