Como saber que seu top pair com top kicker está batido?? (NL)

    • j4ckSp4rr0w2
      j4ckSp4rr0w2
      Bronze
      Inscrição: 04-28-2007 Posts: 132
      Acho que eu mesmo vou tentar responder minha pergunta :D

      Basicamente acho que depende de três coisas...

      A primeira é a ação pré-flop... Quem deu raise? quem deu re-raise? quantos deram call?

      Se por exemplo vc tem AK, e aumenta pra 4 vezes o BB numa MP digamos e há um re-raise depois de vc de mais 4 BB.. se vc decide dar call e o no flop fazemos um par de K apostamos e tomamos outro raise é sinal de alerta e não motivo pra voltar all-in no oponente (a não ser que esteja usando a SSS).

      Possivelmente estamos enfrentando AA ou KK e devemos adotar uma posição mais pasiva aqui... a não ser que:

      a não ser que: (Aqui entra o segundo componente) vc tenha um ready bem claro do seu oponente e sabe que ele joga bastante mãos fracas... assim fica mais facil fazer o call ou voltar all-in nele.

      Por ultimo vale a textura do flop... se temos, por exemplo, AQ e apostamos 4 BB, somos pagos por um adversário e o flop vem QJT devemos tb ter muito cuidado se o adversário der raise pois pode ter uma mão como JT ou AK ou TT...

      Bom queria saber outras opiniões e dicas...

      Valeu
  • 1 resposta
    • Bakano
      Bakano
      Black
      Inscrição: 01-21-2006 Posts: 14.161
      teoria interessante, mas com a desvantagem de ser impossível dar uma resposta geral à questão.

      Se pensamos estar à frente ou não vai depender muito do adversário e da textura do flop. e para saber ler bem o adversário, temos de o abservar muito tempo. e é por isso que também que devemos continuar atentos ao jogo e aos adversários mesmo depois de termos feito fold. especialmente se a mão chegar ao showdown!
      Cada mão adversária que podemos ver no showdown dá-nos um número de informações enorme!

      ficamos a saber:

      - as mãos que ele joga em pré-flop e como ele joga essas mãos (raise, cold call, re-raise etc)
      - se o adversário dá importância à posição - há jogadores que jogam AT ou pocket pairs baixos em UTG exactamente da mesma maneira como se estivessem no button e todos fizeram fold
      - o nível de tightness tb em pós-flop. há jogadores que são mesmo muito loose nas fases posteriores do jogo. recebem por exemplo um freeplay com K3 na big blind e pagam até ao fim num flop de KJ2, só por terem top pair. Contra jogadores destes vale quase sempre a pena fazer value bets até ao fim com mãos tipo top pair, top kicker.
      Mas se temos um jogador tight em pós-flop, e sabemos que ele sabe fazer fold de top pair, temos de ter mais cuidado quando ele faz call no flop e no turn, pois podemos já estar batidos.
      - e para NL muito importante: os tamanhos de apostas! há jogadores que com mãos iguais fazem bets iguais. com bluff apostam sempre X, com mãos boas apostam sempre Y, e com as nuts apostam sempre Z. estes são fáceis de ler e de outplay.

      todas estas informações devem ser usadas para adaptar o nosso jogo não só à situação, mas também aos adversários, coisa que especialmente nos limites mais altos irá ser de maior importância.