Conceito de GAP e Range de mãos para Call no Botão

    • xvvvvvx
      xvvvvvx
      Bronze
      Inscrição: 04-16-2013 Posts: 13
      De acordo com o conceito de GAP, sabemos que para dar call em um raise antes de nós, teoricamente, deveríamos ter uma mão melhor do que o range de mãos que daríamos raise naquela posição.
      Mas falando especificamente da posição do Botão, até que ponto jogando nessa posição é necessário seguir a risca o conceito de gap? Por exemplo: Se alguém abriu do UTG, sobraria poucas mãos pra darmos o Call, ja que mãos monstros provavelmente daríamos reraise, ficaríamos com: AK,AQ, AJ, TT, por aí vai, e olhe lá, é um range muito fechado.
      Poderíamos nessa situação ignorar momentaneamente o conceito de Gap e também dar call com mãos como: KQ, KJ, AT, QT, JT, A9s, A8s, etc, etc, para explorarmos o benefício da posição perante o vilão?
      Se sabemos que nem sempre o flop será bom para ele, poderíamos dar o call com quaisquer duas cartas (ja que não estamos tão preocupados em acertar, e sim utilizar o benefício da posição), e analizar a textura do flop e tentar tirar alguma vantagem da situação?
      Ou seja, até que ponto é importante respeitar o conceito de Gap e até que ponto é possível ignorá-lo jogando em posição?
      Ou é melhor mesmo respeita-lo em todas as circunstâncias?
  • 4 respostas
    • brunomp
      brunomp
      Bronze
      Inscrição: 07-17-2008 Posts: 2.738
      Vc esqueceu do mais importante que é: o adversário. Isso determina tudo
    • SPimenta
      SPimenta
      Bronze
      Inscrição: 03-10-2010 Posts: 602
      A ciência para não jogar esse tipo de mãos principalmente num SnG é não perder fichas que nos vão ser muito preciosas na fase de Push ou Fold.

      Obviamente estou a falar num STT, pois caso contrário nem estou a ver o nexo dessa pergunta nesta secção.

      Num STT é muito importante as leituras, mas bom ou mau jogador de UTG a jogada é sempre Raise com boas mãos; jogador mau de UTG com mau jogo entra de limp e bom jogador faz Fold. Visto isto e segurando por ex. KQ no botão, é easy fold.

      Imagina na Stars, na primeira mão de um SnG um OR de 4xBB pelo UTG e tu segurando KQ no botão resolves dar Call para aproveitar o factor posição.
      O Flop é K 8 9 de naipes diferentes e à primeira vista, um bom Flop para a tua mão. O vilão faz a Cbet normal de 100 fichas (um pouco mais de 1/2 pote) e tu dás Call? Raise?
      Com o Call acabas de investir mais de 10% da tua stack na primeira mão de um SnG sem saber onde estás e se deres Raise pior ainda, ficas com no minimo 1/4 da tua stack comprometida e estás sujeito ao shove em cima do teu Raise.
      Se podes estar na frente?
      Sim, podes. No entanto não compensa o investimento nesta fase vs risco que estás a correr por não estar na frente. No range de um bom jogador de OR do UTG está AA, KK e AK e de um jogador mediado está as mesmas mãos e ainda mais 99, 88, JT, K9. Já viste bem o número de mãos que de repente estão à tua frente ou no minimo 50/50?

      Respeita o conceito de GAP, principalmente nos STT e afasta-te de mãos que te podem vir a fazer perder muitas fichas.

      Abraço,
    • xvvvvvx
      xvvvvvx
      Bronze
      Inscrição: 04-16-2013 Posts: 13
      Compreendo,
      Agora, se esse Raise, ao inves do UTG, tiver sido feito pelo Hijack ou Pelo Cutoff, Ainda assim é recomendado o Fold Nessas mãos no Botão, ou é possível pensar no Call ou até mesmo em um Resteal ?
    • SPimenta
      SPimenta
      Bronze
      Inscrição: 03-10-2010 Posts: 602
      Original de xvvvvvx
      Compreendo,
      Agora, se esse Raise, ao inves do UTG, tiver sido feito pelo Hijack ou Pelo Cutoff, Ainda assim é recomendado o Fold Nessas mãos no Botão, ou é possível pensar no Call ou até mesmo em um Resteal ?
      Continuo a pensar que o Fold em fases iniciais é a melhor opção. Se colocares uma simulação dessas no SnG Wizard, quase de certeza ela vai-te indicar o Push apenas com QQ+.
      Numa fase bem mais adiantada e já com algumas leituras do vilão para lhe poderes atribuir um Range, um KQ por exemplo pode ser lucrativo, num MTT é uma mão jogável, numa fase inicial de um STT por tudo o que tenho lido e visto é Fold. Uma mão KQ em posição final é uma boa mão para OR, não para um Call ou pior ainda para uma 3bet.